Mais do blog:

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Discos para história: Merriweather Post Pavilion, do Animal Collective (2009)


História do disco

O Animal Collective é considerada uma das bandas experimentais mais inventivas que surgiu nos últimos anos. Inicialmente formado por Panda Bear e Avey Tare, a dupla foi acrescentando gente até chegar em no trio que gravou "Merriweather Post Pavilion", lançado em 2009 e considerado por muitos veículos especializados o melhor álbum daquele ano.

Mas, para chegar nesse status, eles iniciaram a carreira em 2000 e lançaram praticamente um disco por ano (exceção para 2002, 2006 e 2008, mas foram dois álbuns em 2003). Cada um foi feito de um jeito e como eles queriam que o trabalho fosse. Nada de seguir um determinado padrão ou apostar na mesma fórmula de sucesso até alguma coisa dar certo.

Mais discos dos anos 2000:
Discos para história: Them Crooked Vultures, do Them Crooked Vultures (2009)
Discos para história: Rock 'n' Roll, de Erasmo Carlos (2009)
Discos para história: Hot Fuss, do Killers (2004)
Discos para história: Dear Science, do TV on the Radio (2008)
Discos para história: Deixa a Vida Me Levar, de Zeca Pagodinho (2002)
Discos para história: Fever to Tell, do Yeah Yeah Yeahs (2003)


Em entrevista ao 'Red Bull Music Academy', Panda Bear contou como foi o processo de composição do álbum, em que ele destaca a facilidade como eles encontraram um caminho para seguir.

"Um processo fácil nem sempre produz melhores resultados, mas, na minha cabeça, "Merriweather..." se destaca como um desses casos. As composições foram feitas separadamente no começo, o que era incomum e bastante difícil para nós na época, mas pareciam combinar em termos de ambição. Nós descobrimos os arranjos e outras coisas rapidamente", revelou.

Mas dois acontecimentos quase colocaram tudo a perder.

Em novembro de 2008, um podcast de música na França vazou a música "Brother Sport", presente no álbum. A empresa britânica antipirataria Web Sheriff foi contratada pelo selo Domino para combater os vazamentos e logo entrou com um processo por danos. Mas o pior ainda estava por vir: a poucos dias do lançamento, programado para o início de janeiro, o disco vazou a tempo de as pessoas terem as músicas para celebrar o Natal. Mas o 'hype' pelo álbum era compreensível e logo foi entendido quando as primeiras críticas foram liberadas.

Veja também:
Discos para história: Pump, do Aerosmith (1989)
Discos para história: Abbey Road, dos Beatles (1969)
Discos para história: Rust Never Sleeps, de Neil Young with Crazy Horse (1979)
Discos para história: Moanin' in the Moonlight, de Howlin' Wolf (1959)
Discos para história: Maskavo Roots, do Maskavo Roots (1995)
Discos para história: Cansei de Ser Sexy, do Cansei de Ser Sexy (2005)

Lançado em 6 de janeiro de 2009, o disco chegou ao 13º lugar da parada americana e ao 26º na britânica, um feito de tanto para uma banda de um estilo musical peculiar. "Merriweather Post Pavilion" foi a liberação musical desse coletivo, o auge do trio que chegou para fazer esse trabalho e mostrar que a música indie-experimental tinha voz e, principalmente, qualidade para fazer o que bem entendesse. Mas havia uma diferença com relação aos outros discos: havia algo ali que atraiu as pessoas e, de alguma forma, mudou a vida do Animal Collective para sempre.

"Queríamos fazer algo que parecesse agradável e imediato, mas as audições repetidas revelariam um monte de coisas diferentes acontecendo. Eu gosto de escolher sua própria aventura com algumas das músicas, por assim dizer. (...) Isso fazia parte do pacote", contou Panda Bear.


Resenha de "Merriweather Post Pavilion"

"In the Flowers" abre o álbum na maior viagem possível, mas também serve para mostrar as nuances do próprio grupo ao longo dos anos e como eles mudaram nesse período. O lado pessoal segue em "My Girls", quando Panda Bear fala sobre a mulher e a filha de uma maneira muito tocante, bonita e surpreendente para um trabalho do tipo (But with a little girl [But with a little girl], and by my spouse [And by my spouse]/ I only want [I only want] a proper house [A proper house].



Mantendo a temática das anteriores, "Also Frightened" se aprofunda mais musicalmente ao inserir novos elementos para criar um clima um pouco mais pesado. Mas a música jovem do álbum é "Summertime Clothes", que apela aos ouvidos com a letra bem grudenta e os efeitos para fazer a música nunca mais sair da sua cabeça, enquanto "Daily Routine" remete ao início do grupo -- uma tentativa de soar shoegaze e eletrônico ao mesmo tempo.

Se "Bluish" ativa o lado experimental com seus efeitos e melodia com um ar mais adulto, "Guys Eyes" surge como a música mais Beach Boys do álbum -- aliás, parece que desde 1966 toda banda precisa ter uma música do tipo para suscitar comparações. E "Taste" bate na tecla de como somos fruto do nosso meio e não gostamos nada de quando somos julgados negativamente por isso. A faixa é outra que entra em "a maior viagem".


Provavelmente "Lion in a Coma" pode ser considerada a pior faixa do álbum. Meio sem graça, ela soa como muito do indie eletrônico surgido no início da década passada. Depois vem outra que pode dar um negócio ("No More Runnin'") e uma mistura de eletrônico, música brasileira e mensagem motivacional para um irmão ("Brother Sport").

O Animal Collective mudou de patamar com esse álbum lançado há uma década. "Merriweather Post Pavilion" mostrou como evoluir é necessário para qualquer um, já que ficar parado não parece ser uma boa alternativa.



Ficha técnica

Tracklist:

1 - "In the Flowers"
2 - "My Girls"
3 - "Also Frightened"
4 - "Summertime Clothes"
5 - "Daily Routine"
6 - "Bluish"
7 - "Guys Eyes"
8 - "Taste"
9 - "Lion in a Coma"
10 - "No More Runnin'"
11 - "Brother Sport"

Gravadora: Domino
Produção: Animal Collective e Ben H. Allen
Duração: 54min45s

Avey Tare: vocal, efeitos, samples, teclado, guitarra e percussão
Panda Bear: vocal, samples, efeitos e percussão
Geologist: efeitos e samples



Continue no blog:


Siga o blog no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!