sexta-feira, 10 de maio de 2019

3 Dicas da Júlia: Filmes protagonizados por cantores ou cantoras


Mais um post da Júlia Gavillan aqui no blog, agora indicando três filmes PROTAGONIZADOS por atores ou atrizes. O que acharam? Ela está no Twitter e no YouTube.

Veja também:
3 Dicas da Júlia: filmes de terror dos anos 1970
3 Dicas da Júlia: Animações que completam dez anos
3 Dicas da Júlia: Cinebiografias
3 Dicas da Júlia: Os melhores filmes da DC
3 Dicas da Júlia: Animações da Disney
3 Dicas da Júlia: Documentários ótimos para assistir
3 Dicas da Júlia: Séries para assistir agora
3 Dicas da Júlia: Os melhores filmes da Marvel
3 Dicas da Júlia: Vencedores do Oscar em Melhor Filme

Tom Waits

Talvez você não saiba, mas o primeiro trabalho de Tom Waits como ator foi em "A Taberna do Inferno" (1978), um drama esportivo escrito, dirigido e protagonizado por Sylvester Stallone, dois anos após o lançamento de Rocky. Três anos depois, Waits produziu a trilha sonora de "O Fundo do Coração", dirigido por Francis Ford Coppola que lhe rendeu uma indicação ao Oscar. Depois disso, o músico fez diversas aparições em filmes do diretor em papéis de diferentes tamanhos.

Apesar de achar que você deveria ver "Daunbailó" (1986), um dos primeiros filmes da carreira de Jim Jarmusch, vou te indicar "The Ballad of Buster Scruggs", antologia faroeste escrita e dirigida por Ethan e Joel Coen. De humor sombrio e um roteiro absurdamente bem escrito, o filme traz seis histórias diferentes ambientadas no Velho Oeste e a fronteira americana. Waits protagoniza um desses segmentos chamado "All Gold Canyon", sobre um garimpeiro procurando ouro em um belo vale. E só vou dizer isso para não te dar spoiler, porque vale a pena você ver Waits e o Mr. Pocket.

Clique aqui e ouça a trilha sonora de "The Ballad of Buster Scruggs"




David Bowie

Já David Bowie começa a carreira como ator bem cedo em uma participação na série televisiva "Theatre 625" (1968). Quase dez anos depois, ele protagonizou "O Homem que Caiu na Terra", ficção científica dirigida por Nicolas Roeg. Até poderia te indicar esse filme - ou "A Última Tentação de Cristo" (1988) -, mas sou incapaz de ignorar "Labirinto: A Magia do Tempo" (1986).

Jim Henson dirige a história de uma adolescente com 13 horas para resolver um labirinto e resgatar o seu irmãozinho, depois de desejar que ele fosse levado por Jareth, o Goblin King. E adivinha quem é o Jareth? <3 Esse filme é maravilhoso, e perdi as contas de quantas vezes vi durante a adolescência. Mas determinadas coisas do contexto só foram percebidas já adulta, como as conotações sexuais - por exemplo, o antagonista usar um tom paquerador com uma garota de 16 anos - e o fato de o labirinto ser um reflexo da mente da protagonista. Apesar da trilha sonora ser oficialmente de Trevor Jones, Bowie gravou cinco músicas para o filme que você deveria ouvir sempre.




Dolly Parton

Apesar de Dolly Parton não ter uma carreira como atriz em comparação com a carreira musical, a cantora deixou sua marca ao participar de produções importantes. Seus principais trabalhos aconteceram na década de 1980, começando com "Como Eliminar seu Chefe" (1980) e fechando com "Flores de Aço" (1989).

"Como Eliminar seu Chefe" fala sobre três secretarias cansadas do chefe machista, mentiroso e egoísta. Claro, elas sonham em se vingar de alguma forma. Essa fantasia se torna realidade quando o trio sequestra o chefe para forçá-lo a melhorar o ambiente de trabalho. Dirigido por Colin Higgins, foi o primeiro longa protagonizado por Parton e o primeiro trabalho como atriz. Ela é a energia desse filme, que aborda a libertação feminina nos grandes ambientes corporativos. É uma história de quase 40 anos atrás, então não espere uma visão tão progressista como em 2019, mas ainda ressoa mensagens feministas importantes. Ah, e a canção principal é da Parton. <3



Siga o blog no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Saiba como ajudar o blog a continuar existindo

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!

Continue no blog: