Mais do blog:

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Dois discos: Beck e The Who


Beck - "Hyperspace"

Dá para dizer que Beck é um desses músicos indecifráveis. Nos dois trabalhos anteriores, "Morning Phase" (2014) e "Colors" (2017), ele parecia estar disposto a sair do mundo alternativo rumo ao mainstream ao acrescentar uma pegada mais pop nos arranjos e nas letras. Mas tudo, ou quase tudo, mudou em "Hyperspace", novo álbum de estúdio, em que ele mostra sua veia alternativa misturada com esse lado dos discos anteriores. O resultado do 14º álbum de estúdio é algo dançante e com bastante energia, mas um tanto aquém do que ele mesmo mostrou em seus melhores momentos. Ainda assim, é bom vê-lo se colocando novos desafios para si.

Avaliação: bom

Veja também:
Dois discos: Dona Onete e BIKE
Dois discos: Tool e Sunn 0))))
Dois discos: Jeff Lynne's ELO e Carla dal Forno
Dois discos: Kevin Morby e (Sandy) Alex G
Dois discos: Lady Antebellum e The Good Ones
Dois discos: Angélique Kidjo e Coldplay



The Who - "WHO"

Em meio a turnê de despedia, o The Who disponibilizou há poucos dias "WHO", 12º disco de estúdio da carreira -- o primeiro desde "Endless Wire" (2006). Apesar de feito o trabalho em dias separados, o vocalista Roger Daltrey e o guitarrista Pete Townshend apresentam muita energia em pouco mais de 45 minutos de duração do trabalho para falar sobre diversos assuntos que vão desde as lembranças do passado sem bater em uma nostalgia pessimista sobre os dias de hoje até o atual momento do mundo em diversos aspectos. Bem musical, dá para ouvir o capricho da produção e dos arranjos. Veteranos raramente conseguem repetir um bom nível em seus trabalhos quando ficam mais velhos, mas o The Who entrega um disco bem consistente e gostoso de ouvir.

Avaliação: muito bom

Continue no blog:



Siga o blog no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!