No YouTube

terça-feira, 8 de março de 2016

Resenha: Tedeschi Trucks Band – Let Me Get By


Banda é formada pelo casal Susan Tedeschi e Derek Trucks

Por Gabriel Carvalho

Susan Tedeschi e Derek Trucks, casados desde 2001, tocavam em bandas separadas: ele, além de ser um dos membros da The Allman Brothers Band durante anos, tinha o próprio grupo; Tedeschi, por sua vez, possuía a própria banda. Em 2010, com objetivo de passar mais tempo um com o outro, a vocalista e o guitarrista formaram a Tedeschi Trucks Band.

Desde então, foram lançados dois álbuns de estúdio – os bons Revelator e Made Up Mind – e um ao vivo. Eis que 2016 chega e a banda apresenta Let Me Get By, terceiro disco da banda. O registro não poderia abrir de maneira mais bela do que com “Anyhow”, faixa com o DNA da Tedeschi Trucks Band: a voz (e a interpretação) marcante de Susan, as frases (e o solo) de guitarra de Derek, uma banda afiadíssima – que ganhou muito com a adição de Tim Lefebvre, que integrou a banda de David Bowie no último álbum de estúdio do músico, Blackstar.

“Laugh About It” tem soul, southern e tira o pé do acelerador em relação à faixa de abertura, mas o groove segue ali. O balanço segue em alta na funkeada e deliciosa “Don’t know What It Means”, que conta com um solo de guitarra de Susan e uma parte instrumental muito boa. A ótima “Right On Time”, com uma pegada jazzística, marca a primeira aparição de Matt Mattison, um dos backing vocals da banda, como protagonista nos vocais.

A faixa-título é o ponto alto deste disco de pontos altos. Tudo nela é especial: é suingada, de pré-refrão e refrão belíssimos, a banda soa coesa e poderosa; os solos de Kofi Burbridge no órgão e de Trucks – com aquele estilo único no slide – na guitarra são a ‘cereja do bolo’. “Just As Strange” tem toques de country e southern mais uma vez – pode não ser o melhor momento do disco, mas está a léguas de soar como um momento negativo dentro do registro.

“Crying Over You/Swamp Raga For Hozapfel, Lefebvre, Flute And Harmonium” tem Mattison novamente nos vocais. Os que já acompanhavam o trabalho da Derek Trucks Band estavam familiarizados com a voz dele, mas os novos ouvintes terão uma grata surpresa ao descobrir os dotes do músico. A jam instrumental que toma conta da segunda metade da faixa é a representação do que a Tedeschi Trucks Band faz ao vivo – se você tiver a chance de ver a banda ‘in loco’, não perca isso de maneira alguma.

“Hear Me”, te um quê de gospel e de soul, possui uma melodia feita sob medida para a guitarra de Trucks preencher os espaços ao fundo e a interpretação de Tedeschi é um caso à parte. “I Want More” é rock à moda Tedeschi Trucks Band, com os backing vocals – que contam com a adição de Alecia Chakour para o setor, outrora formado apenas por Mattison e Mark Rivers – e a trupe do sopro merecendo destaque aqui.

Um disco desse calibre só poderia fechar com a excelente “In Every Heart”, que mistura soul, blues e gospel. Melodia e vocais carregados de emoção, combinados com o melhor solo de Trucks no registro. Let Me Get By é, sem dúvida, o melhor álbum da Tedeschi Trucks Band até o momento. O que se ouve ao longo do disco é uma banda que se sente livre para tocar o que (e como) bem entende.

Tracklist:

1 – “Anyhow”
2 – “Laugh About It”
3 – “Don’t Know What It Means”
4 – “Right On Time”
5 – “Let Me Get By”
6 – “Just As Strange”
7 – “Crying Over You/Swamp Raga For Hozapfel, Lefebvre, Flute And Harmonium”
8 – “Hear Me”
9 – “I Want More”
10 – “In Every Heart”

Nota: 4,5/5



Veja também:
Resenha: Ra Ra Riot – Need Your Light
Resenha: School Of Seven Bells – SVIIB
Resenha: Yuck – Stranger Things
Resenha: Batushka – Litourgiya (2015)
Resenha: Animal Collective – Painting With
Resenha: Wolfmother – Victorious
Resenha: Bloc Party – Hymns


Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais! Isso ajuda pra caramba o blog a crescer e ter a chance de produzir mais coisas bacanas.