No YouTube

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Resenha: Jesu & Sun Kil Moon – Jesu/Sun Kil Moon


Desde 2014, Sun Kil Moon tem lançado um disco por ano. Primeiro veio o ótimo Benji, depois o irregular Universal Themes. Para esse ano, o cantor trabalhou em parceria com a banda galesa experimental Jesu, que trabalha muito com elementos experimentais, como ambient, shoegaze e outros elementos não tão palpáveis para quem não está acostumado com esse tipo de música.

O título o disco não diz muito, mas a primeira faixa diz: "Good Morning My Love" traz um Sun Kil Moon mais recitando do que cantando propriamente dito. E assim segue todo disco, uma ótima experiência. Uma das coisas interessantes no trabalho são as longas partes instrumentais, presentes em boa parte das canções – metade do trabalho é composto por canções acima dos oito minutos.

As letras têm várias referências à cultura pop atual, vão desde documentários até momentos recentes que ganharam as manchetes do mundo. E ouvir como eles trabalharam isso é bem interessante, pois funciona como um tipo de exercício para ver até que ponto eles conseguem administrar e encaixar isso. O ritmo do disco varia bastante, indo do mais pesado e cheio de guitarras até algo mais suave, o caso de "Last Night I Rocked the Room Like Elvis and Had Them Laughing Like Richard Pryor".

A mistura entre eletrônico e alternativo com a voz de Sun Kil Moon coloca o projeto Jesu/Sun Kil Moon em um patamar interessante: o de ficar no meio termo. É impossível definir o que é, dentro de algum gênero específico, mas o resultado é muito bom. Eles mostram que esse tipo de iniciativa ainda tem espaço, ainda que não atinja uma grande maioria do público, e pode ser o pontapé para algo mais profundo e artístico.

Tracklist:

1 - "Good Morning My Love"
2 - "Carondelet"
3 - "A Song of Shadows"
4 - "Last Night I Rocked the Room Like Elvis and Had Them Laughing Like Richard Pryor"
5 - "Fragile"
6 - "Father's Day"
7 - "Sally"
8 - "America's Most Wanted Mark Kozelek and John Dillinger"
9 - "Exodus"
10 - "Beautiful You"

Nota: 3,5/5



Veja também:
Resenha: Suede – Night Thoughts
Resenha: Savages – Adore Life
Resenha: Federico Albanese - The Blue Hour
Resenha: Baaba Maal – The Traveller
Resenha: The Temperance Movement – White Bear
Resenha: Hinds – Leave Me Alone
Resenha: David Bowie – Blackstar

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais! Isso ajuda pra caramba o blog a crescer e ter a chance de produzir mais coisas bacanas.