No YouTube

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

4 em 1: Death Grips, Man Without Country, Ryan Bingham e Richie Kotzen


Death Grips - Fashion Week

Para quem gosta de música eletrônica ao melhor estilo rave, esse disco do Death Grips será um prato cheio. Para quem não gosta, no meu caso, algumas músicas são interessantes, dançantes e animadas. Mas só isso, também. Não vale muito a pena que você não tiver paciência

Nota: 2/5




Man Without CountryMaximum Entropy

Particularmente, sou um fã de experimentalismos e coisas do tipo, mas esse disco do Man Without Country é um tanto cansativo. Com mais de uma hora de duração, esse trabalho peca por ser irregular. É aquele caso: menos é mais. Um pouco mais curto e seria ideal.

Nota: 2/5




Ryan BinghamFear And Saturday Night

Começa como um disco country clássico, mas acaba descambando para o atual momento de um dos gêneros mais bonitos da música americana. De um lado, a tradição; do outro, o sucesso fácil com canções fracas. Essas duas informações resumem bem esse disco.

Nota: 2/5


Richie KotzenCannibals

Uma das boas surpresas de 2015 é Cannibals, de Richie Kotzen. Por esperar algo mais pesado, acabei ouvindo um disco de pop rock bom, equilibrado – com canções pesadas e baladas. Kotzen conseguiu mostrar que sua carreira solo pode render e ganhar novas cores com esse novo álbum.

Nota: 3/5



Veja também:
4 em 1: Hanni El Khatib, Marilyn Manson, Dan Mangan +Blacksmith e Diagrams
4 em 1: ruido/mm, Alice Caymmi, Criolo e Tom Zé
4 em 1: Mr Big, Philip Selway, Bush e Kele Okereke
4 em 1: George Ezra, FKA twigs, Brody Dalle e The Drums
4 em 1: Memórias de um Caramujo, Mônica Salmaso, Policromo e Submarinos
4 em 1: Gerard Way, Lenny Kravitz, Ace Frehley e Fu Manchu

Siga o blog no Twitter, Facebook, Instagram, no G+, no no Tumblr e no YouTube

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!