quarta-feira, 3 de novembro de 2021

Resenha: Elvis Presley - The Searcher, de Thom Zimny


O texto saiu com exclusividade na newsletter do blog, publicada toda sexta-feira. Assine para não perder nada.

Elvis Presley não inventou rock, nem o conceito de superestrela, mas ele consegue representar bem tudo isso mais de 40 anos após a morte. "Elvis Presley - The Searcher" faz perfil muito completo do homem que mudou a história da música e revolucionou a cabeça de jovens ao longo de pouco mais de duas décadas de carreira.

A minissérie-documental é dividida em dois longos episódios com mais de 90 minutos cada um. E vale cada minuto. Não só para entender a cabeça de Elvis através de depoimentos de amigos, colegas de trabalho e fãs famosos, mas também com muitos áudios, entrevistas e momentos importantes da vida dele.

Veja também:
Resenha: Britney vs Spears, de Erin Lee Carr
Resenha: Howard - Sons de um Gênio, de Don Hahn
Resenha: Massacre no Estádio - A História de Víctor Jara, de Bent-Jorgen Perlmutt
Resenha: Nixon e o Homem de Preto, de Sara Dosa e Barbara Kopple
Resenha: The Devil and Daniel Johnston, de Jeff Feuerzeig
Resenha: Ratones Paranoicos - Por Trás das Câmeras, de Plástico

Estou no Twitter e no Instagram. Ouça o podcast, compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Antes de tudo, ele era um fã de música. Assim, descobriu a música afro-americana, a música gospel, o country e tudo mais que moldaria o gosto e o repertório. Um dia, um sábado, em que marcou para uma sessão na gravadora Sun, administrada pelo lendário Sam Phillips. Ele não sabia estar abrindo uma porta nunca mais fechada.

O grande trunfo é contar com algumas centenas de imagens de arquivo, fotos, vídeos e áudios, de Elvis e do empresário, o temido Colonel Tom Parker ao longo dos anos. O trabalho de garimpo impressiona ao ponto de ter imagens do cantor no período em que esteve no exército, algo muito impressionante.

A primeira parte foca no início da vida do cantor até a entrada nas Forças Armadas, o início da construção do mito. A última chega para falar sobre a lenda e como Parker usou a ganância e a habilidade empresarial para fazer de Elvis uma galinha dos ovos de ouro infinita. É claro que não resultaria em coisa boa, como não resultou.

"Elvis Presley: The Searcher" é o exemplo mais cristalino de como uma boa edição e material disponível, é possível contar uma história de um personagem muito explorado em mais de 50 anos. O mérito do diretor Thom Zimny foi fazer da minissérie uma obra inestimável para fãs e quem ama música. É um documento histórico que merece ser visto e revisto.

Avaliação: ótimo

Continue no blog: