terça-feira, 9 de março de 2021

Resenha: Melvins - Working with God


Dentre as bandas do chamado mundo alternativo, o Melvins é, com certeza, uma das mais influentes da história nos Estados Unidos. Quem foi adolescente no início dos anos 1980, viu no grupo liderado por Buzz Osborne um lugar seguro para gostar de uma música que não tocava em lugar em nenhum. Gostar de Melvins era, em certo ponto, algo único e especial.

O tempo passou e a banda seguiu lançando seus álbuns, mantendo e até ampliando a base de fãs fieis. Recentemente, para surpresa geral, o Melvins anunciou que estava gravando um disco com a primeira formação da banda, conhecida por "Melvins 1983". Assim nasceu "Working with God", o 24º álbum de estúdio. Logo de cara, o disco começa com "I Fuck Around", uma versão para "I Get Around", dos Beach Boys. Ficou muito boa e muito engraçada.

Veja também:
Resenha: Julien Baker - Little Oblivions
Resenha: King Gizzard and The Lizard Wizard - L.W.
Resenha: Nick Cave e Warren Ellis - Carnage
Duas resenhas: slowthai e nothing,nowhere
Duas resenhas: Pale Waves e Django Django
Resenha: Mogwai - As The Love Continues

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!

Estou no Twitter e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

"Working with God" segue em uma toada das mais interessantes ao apostar nos riffs de guitarra, algo que não se vê ou ouve muito hoje em dia. A sequência formada por "Negative No No" até "Brian, the Horse-Faced Goon" cobre alguns dos grandes momentos da banda -- seja em faixas mais lentas e pesadas, como um bom heavy metal, e em canções mais velozes.

E a segunda metade do álbum continua nesse ritmo? Sim, é isso mesmo. "Boy Mike" e "Fuck You" são faixas muito boas que não só mostram como Buzz Osborne segue como um dos grandes letristas de sua geração como mostra a força dessa formação do Melvins, algo que poderia ter rendido mais em estúdio e nos shows ao longo dos anos.

O Melvins segue sendo uma das bandas mais legais de acompanhar, principalmente para tentar entender a cabeça de Osborne durante a gestação dos álbuns. "Working with God" vai agradar qualquer um que goste da música feita por eles. E isso é ótimo.

Tracklist:

1 - "I Fuck Around"
2 - "Negative No No"
3 - "Bouncing Rick"
4 - "Caddy Daddy"
5 - "Brian, the Horse-Faced Goon" (intro)
6 - "Brian, the Horse-Faced Goon"
7 - "Boy Mike"
8 - "Fuck You"
9 - "Fuck You" (outro)
10 - "The Great Good Place"
11 - "Hot Fish"
12 - "Hund"
13 - "Goodnight Sweet Heart"

Avaliação: muito bom

Continue no blog: