quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Duas resenhas: Pale Waves e Django Django


Pale Waves - "Who Am I?"

Formada em Manchester em 2014 pelas amigas pela cantora e guitarrista Heather Baron-Gracie e a baterista Ciara Doran, a Pale Waves disponibilizou o segundo álbum da carreira. "Who Am I?". E para quem gosta de um pop rock bem simples e bem adolescente, esse álbum é para vocês. Do início ao fim, a banda entrega essa sonoridade sem o menor problema e, o mais importante, não tem vergonha em soar exatamente assim. E é exatamente por isso que esse álbum funciona muito bem.

Avaliação: bom

Veja também:
Resenha: Mogwai - As The Love Continues
Duas resenhas: Clap Your Hands Say Yeah e Rat Columns
Resenha: BaianaSystem - Navio Pirata
Resenha: John Carpenter - Lost Themes III: Alive After Death
Resenha: Arlo Parks - Collapsed in Sunbeams
Resenha: Foo Fighters - Medicine At Midnight

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!

Estou no Twitter e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!


Django Django - "Glowing in the Dark"

O Django Django resolveu abraçar de vez a veia indie eletrônica no quarto álbum de estúdio da carreira. "Glowing in the Dark" é dançante do início ao fim e, para minha surpresa, é um trabalho muito bom ao conseguir aliar isso com canções muito grudentas e animadas. Os destaques do álbum são "Got Me Worried" (eles usam uma cuíca no arranjo!), "Waking Up" e a faixa-título, uma verdadeira homenagem ao house dos anos 1990 e início dos anos 2000. Grupo surpreendeu positivamente e espero que siga assim.

Avaliação: muito bom

Continue no blog: