Mais do blog:

segunda-feira, 16 de março de 2020

Resenha: Letrux - Letrux aos Prantos


Uma das gratas surpresas em 2017 na música foi o álbum "Letrux: Em Noite de Climão". Um dos melhores trabalhos daquele ano, o primeiro disco solo de Letícia Novaes mostrava um álbum adulto para pessoas adultas vindo de uma pessoa pronta para colocar para fora alguns de seus sentimentos mais pessoais em forma de música. Três anos depois, ela retorna com um novo álbuns de inéditas chamado "Letrux aos Prantos".

Para quem não sabe ou não lembra, a Letrux apresentou o Popload Festival e entrevistou diversos artistas. Ali, quem acompanhou o evento de casa, pôde ver como ela é uma pessoa muito intensa em várias coisas -- isso tudo é corroborado ao segui-la nas redes sociais. E, claro, ela não poderia deixar de ser intensa ao fazer sua arte. A começar pela capa do álbum, um retrato dela chorando, até o tom das músicas: Letrux se jogou no mundo com esse álbum.

Veja também:
Resenha: Body Count - Carnivore
Resenha: Stone Temple Pilots - Perdida
Dois discos: Soccer Mommy e Anna Calvi
Resenha: Stephen Malkmus - Traditional Techniques
Resenha: Nada Surf - Never Not Together
Resenha: Lee Ranaldo and Raül Refree - Names of North End Women


As letras caberiam muito bem em uma peça de teatro, tamanho o envolvimento emocional dela. Talvez por cantar o que realmente sente, ela usa a arte como uma forma de expressão não apenas em palavras, mas também corporal. Os shows da turnê do último álbum foram muito intensos e, com esse novo disco, não deve ser muito diferente em um futuro próximo.

"Letrux aos Prantos" se aprofunda ainda mais na estética oitentista, com destaque para "Fora da Foda" -- participação de Luisa Lovefoxx, do CSS --, "Estou em Prantos" e seu arranjo muito delicado em uma letra muito melancólica, "Contanto Até Que" e "Vai Brotar". É uma sequência de ótimas canções com uma variedade estética muito boa, e isso acontece sem atrapalhar a ideia central.

Tem samba, pós-punk, eletrônico, muita poesia, bons convidados... O segundo disco solo de Letrux mostra um amadurecimento musical grande e também uma segurança incrível no trabalho dela como cantora e compositora, principalmente por sentir-se segura a ponto de fazer o disco que quer e do jeito que deseja. O resumo desse álbum é: Letrux vive grande fase.

Tracklist:

1 - "Déjà-vu Frenesi"
2 - "Dorme Com Essa"
3 - "Fora da Foda"
4 - "Eu Estou aos Prantos"
5 - "Contando Até Que"
6 - "Vai Brotar"
7 - "Cuidado Paixão"
8 - "Sente o Drama"
9 - "El Dia Que no Me Quieras"
10 - "Abalos Sísmicos"
11 - "Salve Poseidon"
12 - "Esse Filme Que Passou Foi Bom"
13 - "Cry Some"

Avaliação: muito bom



Continue no blog:



Siga o blog no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!