Mais do blog:

segunda-feira, 23 de março de 2020

Resenha: Låpsley - Through Water


Låpsley é o nome artístico da cantora britânica Holly Lapsley Fletcher, 23. Nascida na ilha em que surge uma banda em cada esquina a todo momento -- talvez não agora por conta do coronavírus --, ela fez parte de inúmeros grupos desde a adolescência até o início da idade adulta. Aos 19 anos, tocou no Glastonbury na tenda de revelações locais e teve o primeiro single da carreira tocado no antigo programa do DJ Zane Lowe na BBC Radio 1. Disso, assinou com gravadora XL Recordings e foi esteve presente na famosa lista da BBC de artistas revelações para ouvir em 2015.

"Long Way Home", primeiro disco de estúdio da cantora, foi lançado em 2016 e foi bem recebido pela crítica local -- um bom termômetro em alguém em início de carreira. Pouco mais de três anos depois, ela retorna em "Through Water", no segundo trabalho cheio da carreira. A cantora usa muito os sintetizadores e efeitos para criar o clima melancólico ao longo de pouco menos de 35 minutos.

Veja também:
Resenha: Deap Lips - Deap Lips
Dois discos: Mehdi Nabti and Prototype e The Orielles
Resenha: James Taylor - American Standard
Resenha: Letrux - Letrux aos Prantos
Resenha: Body Count - Carnivore
Resenha: Stone Temple Pilots - Perdida


O trabalho era para ter um cara mais parecido com a cantora Robyn, que apresenta músicas mais enérgicas nos discos, mas o lado mais melancólico acabou dominando o contexto geral. A agridoce "My Love Was Like the Rain" é um bom exemplo disso, assim como a melhor faixa do trabalho "Ligne 3". Inspirada na experiência de um final de namoro melancólico enquanto morava na França, a cantora escreveu um refrão dos mais bonitos (It's not easy letting go, it's not that simple (Somebody you love)/ Easy letting go, it's not that simple (Somebody you love)).

Mas também há espaço para melodias e arranjos de teor mais pop, como as feitas em "Our Love is a Garden". Ao longo do trabalho, as relações pessoas são exploradas em diversos assuntos (alegrias, tristezas, família) e várias formas (desde algo mais agressivo até com uma melodia bem suave). Mas o mote é um só: contar experiências pessoais em forma de uma música cheia de inspirações (o pós-punk dos anos 1980 até o synth pop dos anos 2000).

Låpsley conseguiu melhorar musicalmente com relação ao primeiro disco. "Through Water" mostra uma cantora mais madura e pronta para se expor publicamente ao falar das próprias dores em um trabalho cheio de referências e boas músicas.

Tracklist:

1 - "Through Water"
2 - "My Love Was Like the Rain"
3 - "First"
4 - "Ligne 3"
5 - "Our Love is a Garden"
6 - "Leeds Liverpool Canal"
7 - "Sadness is a Shade of Blue"
8 - "Womxn"
9 - "Bonfire"
10 - "Speaking of the End"

Avaliação: ótimo



Continue no blog:



Siga o blog no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!