Mais do blog:

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Dois discos: Robbie Robertson e Peter Frampton (2019)


Robbie Robertson - "Sinematic"

Não dá para dizer que o guitarrista Robbie Roberston teve uma carreira solo de sucesso fora da The Band, mas isso foi de caso pensado por ele. Ao se aliar com o diretor Martin Scorsese, ele conseguiu virar um dos muitos tentáculos do diretor na construção narrativa de seus filmes como diretor musical de algumas das obras mais importantes da história do cinema (a mais recente é a trilha sonora do primoroso "O Irlandês"). Ainda em 2019, Robertson lançou o primeiro disco solo em oito anos e mostra o motivo de ser um dos grandes músicos de sua geração. "Sinematic" não tem nada de grandioso ou que chame a atenção de qualquer pessoa fora do círculo que acompanha a carreira dele, mas é um trabalho elegante do início ao fim. Os arranjos delicados casam bem com a proposta de um homem que, assim como Scorsese, Al Pacino, Joe Pesci e Robert DeNiro, está envelhecendo um pouco mais todos os dias. É o tipo de trabalho para ser apreciado como uma pintura de um artista famoso antes de sua partida.

Avaliação: ótimo

Veja também:
Dois discos: Thiago Pethit e Jair Naves (2019)
Dois discos: Emicida e Rincon Sapiência (2019)
Dois discos: Laura Petit e Liniker e Os Caramelows (2019)
Dois discos: Lana Del Rey e Harry Styles (2019)
Dois discos: Beck e The Who
Dois discos: Dona Onete e BIKE



Peter Frampton Band - "All Blues"

A aposentadoria chega para todo mundo, inclusive para a lenda Peter Frampton. Talvez, até por isso ser um fato consumado, ele tenha feito uma última homenagem aos heróis do blues que tanto ama e que serviram de referência ao longo de mais de 50 anos de carreira. Não tem nada demais nesse disco, são apenas versões de alguns dos clássicos que levaram muitos jovens no fim dos anos 1950 e início dos anos 1960 a ter uma banda. E se não tem nada que surpreenda, não deixa de ser delicioso ouvir Peter Frampton e sua competente trupe de músicos fazer desse trabalho algo para apresentar o blues a uma geração mais nova de fãs.

Avaliação: bom

Continue no blog:



Siga o blog no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!