No YouTube

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Resenha: Flo Morrissey e Matthew E. White – Gentlewoman, Ruby Man


Dupla se juntou para fazer um disco de regravações

A cantora inglesa Flo Morrissey e o americano Matthew E. White se conheceram depois de um show dela em Londres. O papo rendeu uma troca de e-mails e a ideia de um disco em conjunto, gravado nos últimos meses de 2016. Mas não é um disco de composições inéditas da dupla. Eles pegaram algumas boas canções do passado e do presente e as rearranjaram, cada um ao seu estilo, para criar Gentlewoman, Ruby Man.

Uma levada tranquila, quase uma faixa à la Jack Johnson, faz de "Look at What the Light Did" uma boa faixa de abertura em que a dupla trabalha junta logo de cara – o refrão sobe um pouco o tom, mas não fica aquele ar de falso épico. O uso da guitarra como guia no álbum é entendível em "Thinking 'Bout You", em que o instrumento é o fio condutor do tom que é passado ao ouvinte. A tocante "Looking for You" ganhou um andamento que orgulharia o Flaming Lips.

Veja também:
Resenha: Foxygen – Hang
Resenha: Aurelio – Darandi
Resenha: Sepultura – Machine Messiah
Resenha: The xx – I See You
Resenha: Flaming Lips – Oczy Mlody
Resenha: Bob Dylan – Fallen Angels
Resenha: Mano Brown – Boogie Naipe


O contraste causado na versão de "The Colour in Anything" neste álbum é latente. Se a cantada por James Blake é mais melancólica em todos os aspectos, aqui ela ganha certo tons coloridos no andamento e é menos cinza, mas, ainda assim, impactante. Já "Everybody Loves the Sunshine" tem uma suavidade na melodia de orgulhar Roy Ayers, dono da versão original. "Grease" ficou bem mais lenta do que a original, apesar de preservar um pouco a batida dançante.

Assim, nenhuma versão para "Suzanne", de Leonard Cohen, fica realmente boa. Fica, no máximo, ajeitada. É o caso aqui, sendo o suficiente para observar o potencial da dupla em futuras apresentações ao vivo. Mas a interpretação uns tons acima para "Sunday Morning", clássico do Velvet Underground, ficou realmente boa. Depois, nas últimas duas faixas, vêm a normal "Heaven Can Wait", que se afasta um pouco da original, e "Govindam", hino religioso usado pela comunidade hare krishna para louvar o Senhor.

Acaba sendo uma grata surpresa esse trabalho da dupla, porque, sinceramente, não esperava nada dele. É agradável, bem feito e mostra como algumas canções podem ganhar novas roupagens sem perder a essência.

Tracklist:

1 - "Look at What the Light Did" (Little Wings)
2 - "Thinking 'Bout You" (Frank Ocean)
3 - "Looking for You" (Nino Ferrer)
4 - "The Colour in Anything" (James Blake)
5 - "Everybody Loves the Sunshine" (Roy Ayers)
6 - "Grease" (Frankie Valli)
7 - "Suzanne" (Leonard Cohen)
8 - "Sunday Morning" (The Velvet Underground)
9 - "Heaven Can Wait" (Charlotte Gainsbourg)
10 - "Govindam" (George Harrison)

Nota: 3,5/5



Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!