No YouTube

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Resenha: Anthony Hamilton - What I'm Feelin'


Cantor lançou seu sétimo disco recentemente

Anthony Hamilton começou como músico amador cantando na igreja, natural para alguém nascido na Carolina do Norte. Com quase 25 anos de carreira nas costas e mais de uma dezena de indicações ao Grammy, sendo vencedor na categoria R&B em 2003 por seu segundo álbum (Comin' from Where I'm From), ele lançou no último mês de março What I'm Feelin', sétimo disco de estúdio.

Ao colocar o ouvinte para dançar junto na ótima "Save Me", Anthony Hamilton já mostra suas cartas musicais logo de cara: um R&B moderno e cheio de ginga. Daí ele consegue fazer a passagem para algo mais denso e melancólico ("Ain't No Shame"), quando a guitarra e a voz choram juntos, como se pudessem tocar na sua alma sem esforço algum.

A participação do conjunto The HamilTones nos vocais de apoio de "What I'm Feelin'" a transforma em algo religioso, quase intocável, de tão precioso e belo. É aquela canção de encher o olho de água, e "Amen" e "I Want You" transitam entre o R&B e o gospel. Outra faixa que tocará até os corações mais peludos é a acústica "Grateful". No tom certo e de letra bem tocante, é fundamental para entender o disco como um todo.

"Walk in My Shoes" usa o piano como base da maneira mais simples possível e alia elementos, como traços da música indiana, para acrescentar delicadeza e beleza ao redor da letra. "Take You Home" traz o lado gospel de Hamilton mais uma vez para fora, diferente da linda balada no piano "Still" – melancolia em seu estado mais puro, musicalmente falando.

A mediana "Ever Seen Heaven" (primeiro toque mais eletrônico no álbum) e a bonita "Love Is an Angry Thing" encerram um dos bons trabalhos lançados neste primeiro semestre. Cheio de influências do R&B e gospel, Anthony Hamilton conseguiu traduzir em palavras alguns dos mais preciosos sentimentos das pessoas.

Tracklist:

1 - "Save Me"
2 - "Ain't No Shame"
3 - "What I'm Feelin'" (feat. The HamilTones)
4 - "Amen"
5 - "I Want You"
6 - "Never Letting Go"
7 - "Grateful"
8 - "Walk in My Shoes"
9 - "Take You Home"
10 - "Still"
11 - "Ever Seen Heaven"
12 - "Love Is an Angry Thing"

Nota: 4/5



Veja também:
Resenha: Parquet Courts – Human Performance
Resenha: Kaada/Patton – Bacteria Cult
Resenha: PJ Harvey – The Hope Six Demolition Project
Resenha: Anoushka Shankar – Land Of Gold
Resenha: Mike and The Melvins – Three Men and A Baby
Resenha: Weezer – Weezer (The White Album)
Resenha: The Last Shadow Puppets – Everything You've Come to Expect

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais! Isso ajuda pra caramba o blog a crescer e ter a chance de produzir mais coisas bacanas.

Siga o autor no Twitter