No YouTube

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Resenha: Christian Scott – Stretch Music (Introducing Elena Pinderhughes)


Nascido em Nova Orleans, nos Estados Unidos, o trompetista Christian Scott vem da cidade berço do blues e do jazz americano. Aos 13 anos, já se interessava por música. Aos 14, começou a tocar profissionalmente e a estudar música. Aos 20, já fazia parte do famoso Berklee Monterey Quartet, banda da Berklee College of Music, em Boston. Hoje, é uma das referências no instrumento.

Para quem viu o filme Whiplash – Em Busca da Perfeição, o jazz se trata de duas coisas: dedicação e amor (aqui para ouvir a trilha e aqui para um podcast sobre o filme). Christian Scott traz essas duas coisas em Stretch Music (Introducing Elena Pinderhughes). Com alguns convidados muito especiais, como a flautista Elena Pinderhughes, que leve seu nome no disco, o trompetista Braxton Cook e o guitarrista Matthew Stevens, o trabalho passeia por diversos gêneros – do jazz mais tradicional até ritmos latinos.

A composição do trabalho, tendo o trompete base de todas as músicas, deixa o álbum muito interessante. Ao mesmo tempo em que a complexidade da execução das canções impressiona, a facilidade ao ouvir e se encantar ao ouvi-las vale muito a pena ao final de quase uma hora (passou bem rápido, e fiquei querendo ouvir tudo novamente logo em seguida).

Muito se fala da morte de alguns gêneros atualmente. Na verdade, as mudanças de gerações nos últimos anos colocaram no mainstream muita coisa desprezível, descartável mesmo – musicalmente falando. Mas ainda há muita coisa boa por aí, basta querer garimpar e ter um pouco da paciência. Graças aos serviços de streaming, ficou mais fácil descobrir coisas novas. Por isso, uma dica: não se atenha apenas ao seu gosto. Se abra para o novo, ainda que a influência seja dos mais antigos.

Christian Scott consegue entregar um disco instrumental moderno e, ao mesmo tempo, não perde nada da base fundamental do jazz. Vale muito a pena ouvir Stretch Music (Introducing Elena Pinderhughes) em qualquer lugar e hora. Se deixe levar pela boa música instrumental.

Tracklist:

1 - "Sunrise in Beijing" (feat. Elena Pinderhughes)
2 - "Twin"
3 - "Perspectives"
4 - "West of the West"
5 - "Liberation over Gangsterism" (feat. Elena Pinderhughes)
6 - "The Corner" (feat. Braxton Cook)
7 - "Of a New Cool"
8 - "Runnin in 7's (For Big Chief Donald Harrison Sr)"
9 - "Tantric"
10 - "The Last Chieftain" (feat. Matthew Stevens)
11 - "The Horizon"

Nota: 4,5/5



Veja também:
Resenha: Leon Bridges – Coming Home
Resenha: Sara Bareilles – What's Inside: Songs from Waitress
Resenha: Coldplay – A Head Full of Dreams
Resenha: The World Is a Beautiful Place & I Am No Longer Afraid to Die – Harmlessness
Resenha: Grimes – Art Angels
Resenha: Siba – De Baile Solto
Resenha: The Winery Dogs – Hot Streak

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais! Isso ajuda pra caramba o blog a crescer e ter a chance de produzir mais coisas bacanas.


Meu sonho é que o Music on the Run, que começou como hobby, vire uma coisa mais legal e bacana no futuro, com muito conteúdo em texto, podcast e mais coisas, porque eu acredito que dá para fazer mais e melhor com o apoio de quem lê o blog.
Apoie:
Você não quer se comprometer em uma assinatura? Não tem problema, pode doar qualquer valor em reais via PagSeguro: