Mais no blog:

quinta-feira, 8 de julho de 2021

Resenha: Lucy Dacus - Home Video


A guitarrista Lucy Dacus é uma das revelações musicais dos últimos anos. Em 2015, quando lançou o primeiro álbum de estúdio por uma gravadora independente, a Matador entrou com parceira na distribuição. Até enxergar nela um incrível potencial e oferecer um contrato. Dacus topou e os últimos dois álbuns foram lançados pela gravadora incluindo o mais recente, "Home Video".

O novo álbum inicia falando sobre a dor melancólica de algo do passado com "Hot & Heavy". Uma boa abertura para manter o ritmo na segunda faixa, "Christine", sobre como é importante ter uma amizade que te fale a verdade -- ainda que isso acabe com um noivado de anos. Incrível como Dacus é bem jovem, mas aborda os dois temas do início com bastante clareza e maturidade.

Veja também:
Resenha: Danny Elfman - Big Mess
Resenha: Bobby Gillespie e Jehnny Beth - Utopian Ashes
Resenha: King Gizzard and the Lizard Wizard - Butterfly 3000
Resenha: Kings of Convenience - Peace of Me
Resenha: Garbage - No Gods No Masters
Duas resenhas: Japanese Breakfast e Crowded House

Estou no Twitter e no Instagram. Ouça o podcast, compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Mas ela também fala dela mesma e da própria infância em "First Time" (as primeiras experiências), "VBS" (escola bíblica onde conheceu o primeiro namorado) e em "Cartwheel" (sobre as amigas crescerem mais rápido do que ela). Todas essas canções são embaladas por bons arranjos e uma cantora pronta para desabafar e contar essas histórias de formas diferentes, seja em canções potentes ou em baladas melancólicas.

O ápice chega na balada arrasadora chamada "Thumbs", canção que Dacus foi encorjada a cantar ao longo da turnê que fazia em 2019 e, de tão pessoal, mal conseguia terminá-la e sempre pedia ao público para não gravá-la. No disco, a interpretação é de emocionar, com o arranjo bem delicado no fundo, dando espaço para a voz, em tom de desabafo, fazer o serviço.

O resto do trabalho também apresenta bons momentos, como a guitarra distorcida em "Partner in Crime" e a linda balada no piano "Please Stay", que fala abertamente de um final de relacionamento e como é difícil olhar para os objetos que ficaram para trás.

No terceiro álbum de estúdio da carreira, a cantora usa de elementos diferentes para contar histórias muito pessoais e de maneira muito profunda. Com "Home Video", Lucy Dacus caminha para ser uma das melhores dessa geração.

Tracklist:

1 - "Hot & Heavy"
2 - "Christine"
3 - "First Time"
4 - "VBS"
5 - "Cartwheel"
6 - "Thumbs"
7 - "Going Going Gone"
8 - "Partner in Crime"
9 - "Brando"
10 - "Please Stay"
11 - "Triple Dog Dare"

Avaliação: ótimo

Continue no blog: