Mais no blog:

terça-feira, 27 de abril de 2021

Resenha: Dinosaur Jr. - Sweep It Into Space


O Dinosaur Jr. é uma das bandas mais legais do mundo e só não concorda quem nunca ouviu. Desde o retorno das atividades, em 2007, o trio formado por J Mascis, Lou Barlow e Murph tem conseguido manter ritmo e consistência em discos muito gostosos de ouvir, como o caso de "Give a Glimpse of What Yer Not", lançado por eles em 2016, e último disco de estúdio até então.

Sim, cinco anos depois, eles retornam com um novo trabalho. "Sweep It Into Space" é o 12º trabalho de estúdio e começa com a agitada e melancólica "I Ain't". Aqui, podemos ouvir como eles são bons de melodias grudentas para fazer canções que conseguem tocar na alma de um jeito que poucas bandas conseguem. J Mascis é um compositor subvalorizado e merece mais atenção de todos nós. Ele é muito, muito bom.

Veja também:
Resenha: Paul McCartney - McCartney III Imagined
Duas resenhas: Lana Del Rey e Taylor Swift
Resenha: trilha sonora de Minari
Duas resenhas: Ballaké Sissoko e Matthew E. White & Lonnie Holley
Duas resenhas: Cheap Trick e Nick Waterhouse
Resenha: trilha sonora de Mank

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!

Estou no Twitter e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

A sequência com "I Met The Stones", "To Be Waiting" e "I Ran Away" apenas prova tudo isso, com destaque para a última e seu bonito verso "I gave it everything I got/ I tried to stop you, I could not/ I'm here to tell you that's a lot". Mas é em "Garden", um dos grandes momentos do álbum, que podemos realmente ouvir como o tempo fez bem para todos eles. Melhores do que nunca, eles gravaram uma música com cara de clássico. Isso, a essa altura da carreira, é um feito e tanto.

A segunda parte do disco é uma sucessão de solos de guitarra e melodias bem trabalhadas, material suficiente para manter os ouvintes atentos até o final. Com ajuda de Kurt Vile na produção, "Sweep It Into Space" é muito bom e ajuda a manter o grupo dentro de uma regularidade muito boa.

Em pouco menos de 45 minutos, o Dinosaur Jr. encanta e prova o motivo de ser uma das bandas mais consistentes daquela geração surgida em meados dos anos 1980. E isso é sempre uma ótima notícia.

Tracklist:

1 - "I Ain't"
2 - "I Met The Stones"
3 - "To Be Waiting"
4 - "I Ran Away"
5 - "Garden"
6 - "Hide Another Round"
7 - "And Me"
8 - "I Expect It Always"
9 - "Take It Back"
10 - "N Say"
11 - "Walking To You"
12 - "You Wonder"

Avaliação: muito bom

Continue no blog: