sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Resenha: Tedeschi Trucks Band - Signs


Banda retorna após três anos do último disco de inéditas

Formado pelo casal Susan Tedeschi e Derek Trucks, membro da Allman Brothers Band entre 1999 e 2010, a Tedeschi Trucks Band vem em uma escalada muito boa na carreira nos últimos anos ao conquistar novos fãs a cada trabalho -- principalmente depois de "Made Up Mind" (2013) e "Let Me Get By" (2016), dois ótimos álbuns e em muitas listas de melhores do ano. "Signs" é o quarto disco de estúdio e foi disponibilizado na última sexta-feira (15).

O country rock segue como fio condutor da banda, mas isso mudou um pouco em "Signs, High Times". A faixa de abertura do álbum apresenta o casal dividindo o vocal em uma mistura de blues com funk, algo incomum para eles, porém com um resultado muito acima da média. A seguinte, "I’m Gonna Be There", é uma balada romântica que só eles poderiam apresentar. O refrão grudento e fácil de cantar ajuda muito, e a melodia suave embala qualquer um que deseja ouvi-la com uma taça de vinho na mão.

Veja também:
Resenha: Chaka Khan - Hello Happiness
Resenha: Bob Mould - Sunshine Rock
Resenha: Jards Macalé - Besta Fera
Resenha: Girlpool - What Chaos Is Imaginary
Resenha: Weezer - Weezer (Teal Album)
Resenha: James Blake - Assume Form
Resenha: Julia Kent - Temporal


Uma das coisas mais legais no country é o uso do tom religioso nas canções, caso de "When Will I Begin". A terceira canção do disco é muito bonita e muito profunda, já "Walk Through This Life" retorna com o tom blues-dançante bem leve feito para colocar um sorriso no rosto. E "Strengthen What Remains" é feita para emocionar mesmo, dessas para fazer qualquer um chorar em lugares públicos.

"Still Your Mind" tem uma pegada muito delicada para uma letra muito melancólica e "Hard Case", pela primeira vez no álbum, traz o country característico dos primeiros álbuns do casal, e "Shame" mistura blues com funk -- ficou diferente e bom. A parte final apresenta o tom religioso de "All The World", o dançante de "They Don’t Shine" e a bonita e melancólica "The Ending".

Algo muito impressionante nesse disco são os arranjos. Delicados e/ou agitados na medida certa, colocam o ouvinte exatamente onde eles querem que o ouvinte esteja naquele momento. "Signs" não é tão impressionante como os dois discos anteriores, mas, ainda assim, é acima da média e aponta um caminho musical diferente para eles. Tedeschi Trucks Band segue muito bom, no fim das contas.

Tracklist:

1 - "Signs, High Times"
2 - "I’m Gonna Be There"
3 - "When Will I Begin"
4 - "Walk Through This Life"
5 - "Strengthen What Remains"
6 - "Still Your Mind"
7 - "Hard Case"
8 - "Shame"
9 - "All The World"
10 - "They Don’t Shine"
11 - "The Ending"

Avaliação: muito bom




Siga o blog no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Saiba como ajudar o blog a continuar existindo

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!

Continue no blog: