No YouTube

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Dois discos: John Mayer e Dan Auerbach

Cantores disponibilizaram novos trabalhos de estúdio recentemente nos serviços de streaming


John Mayer – The Search For Everything

Bom, John Mayer ainda não se decidiu o que quer da vida, e isso é refletido em The Search for Everything, sétimo trabalho de estúdio do guitarrista. Duas faixas realmente agradaram: "Helpless" e "Love on the Weekend" – e "In The Blood" e "Changing" são razoáveis . Coincidentemente, vêm na sequência e se entrelaçam muito bem na formação de uma história. Então, das 12, foram só essas. O resto é completamente desperdício de tempo de quem quiser perdê-lo com esse trabalho. Mayer não está nem perto do potencial bluesman que tem, nem conseguiu fazer baladas pop de bom apelo para quem quiser ouvi-lo. Mais uma vez bato na tecla, e vou bater sempre, o prestígio desse rapaz nunca aumentará enquanto ele não escolher o caminho que deseja. Ficar entre idas e vindas, e ainda apresentar um disco ruim, só aumenta a frustração.

Nota: 1/5

Veja também:
Dois discos: Chuck Berry e Jeff Tweedy
Dois discos: Camarones Orquestra Guitarrística e Felipe S
Dois discos: At The Drive-In e Kasabian
Dois discos: Laura Petit e Madame Rrose Sélavy
Dois discos: Paramore e Harry Styles
Dois discos: Vanguart e Lobos de Calla
Dois discos: Body Count e Pulled Apart By Horses



Dan Auerbach – Waiting On A Song

Não tinha dado a devida atenção ao segundo disco da carreira solo de Dan Auerbach, vocalista do Black Keys. Vi um pessoal comentando no Twitter e fui atrás. E foi a melhor coisa que fiz. Esse aqui é um trabalho surpreendentemente bom. Ao misturar bem o rockabilly, country e a forma mais pura do rock, ele entrega um registro dos mais honestos desse ano. A melhor coisa de ouvi-lo é a simplicidade de tudo – das letras ao arranjos. Nada sobra ou é exagerado, e isso ganha muitos pontos. Dá para destacar a faixa-título, "Shine on Me", "Never in My Wildest Dreams", "Cherrybomb" e "Show Me" – sim, metade do disco me chamou atenção. Tomara que ele siga essa linha no próximo trabalho.

Nota: 4/5

Saiba como ajudar o blog a continuar existindo

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!