No YouTube

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Dois discos: Chuck Berry e Jeff Tweedy

Um disco póstumo e outro de releituras são os trabalhos da vez na sessão


Chuck Berry – Chuck

Chuck Berry (1926-2017) anunciou o lançamento de seu primeiro disco de inéditas em mais de 30 anos ainda em 2016, mas a morte do guitarrista tornou o registro uma homenagem aos seus mais de 60 anos de carreira. Não há nenhuma entre as dez faixas que não fuja do trabalho feito nesse período. Os riffs são reconhecidos de longe, a voz ainda estava boa e as participações de Tom Morello, Nathaniel Rateliff e Gary Clark Jr abrilhantam bastante o disco. Dá para destacar o primeiro single "Big Boy" e a boa balada "Darlin'" – ambas são melhores do o resto. O disco pode soar mais do mesmo em alguns momentos, mas Berry entregou um trabalho suficientemente bom para lembrarmos de como suas canções de temática simples foram fundamentais para o início do rock como conhecemos.

Nota: 3/5

Veja também:
Dois discos: Camarones Orquestra Guitarrística e Felipe S
Dois discos: At The Drive-In e Kasabian
Dois discos: Laura Petit e Madame Rrose Sélavy
Dois discos: Paramore e Harry Styles
Dois discos: Vanguart e Lobos de Calla
Dois discos: Body Count e Pulled Apart By Horses
Dois discos: Marcelo Yuka e Biquini Cavadão



Jeff Tweedy – Together At Last

Imaginem só: você é o líder de uma banda indie consagrada que lota shows pelo mundo e ainda tem tempo para tocar a carreira solo. Esse é o cenário que o Wilco abriu na vida de Jeff Tweedy, que, nos últimos anos, lançou banda com o filho e participou de alguns trabalhos como produtor. Nesse novo disco acústico, ele apenas pegou algumas faixas famosas do Wilco e mudou o arranjo. É muito relaxante ouvir esse disco pela simplicidade em que algumas faixas apresentam – a maioria delas tem força em todos os elementos. Pode não ser um disco só com composições inéditas de Tweedy, mas mostra como ele pode sair em turnê tranquilamente com esse trabalho para lotar casas de shows e teatros pelo mundo.

Nota: 3/5

Saiba como ajudar o blog a continuar existindo

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!