No YouTube

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Resenha: Joe Driscoll & Sekou Kouyate – Monistic Theory


Segundo trabalho de estúdio da dupla saiu no primeiro semestre deste ano 

O rapper americano Joe Driscoll, 37, não economiza nas palavras e nos instrumentos para mostrar tudo que sabe. Sekou Kouyate, da Guiné, é um dos grandes nome da kora, uma espécie de harpa muito usada na música da África Ocidental. Os dois juntaram força em no álbum Monistic Theory, o segundo da parceria, unir musicalmente e culturalmente o que está separado geograficamente. O registro foi lançado em maio, mas só agora foi disponibilizado nas plataformas digitais.

A instrumental "Tamala" abre o trabalho de maneira fenomenal ao mostrar todo potencial melódico da dupla. Eles exploram bem as habilidades de cada um e deixam claro que essa mistura de dois lugares tão diferentes rende um tipo de música completamente fora do comum. A ótima e cheia de energia "Just Live" contrasta com a emocionante "Tokira" – talvez seja o calor do momento, mas é difícil não chorar com qualquer coisa.

Veja também: 
Resenha: Macaco Bong – Macaco Bong
Resenha: David Crosby – Lighthouse
Resenha: A Tribe Called Quest - We Got It from Here... Thank You 4 Your Service
Resenha: Metallica - Hardwired... to Self-Destruct
Resenha: Liniker e os Caramelows – Remonta
Resenha: Sting – 57th & 9th
Resenha: Sleigh Bells - Jessica Rabbit

"Monistic Theory" deixa ainda mais clara a união ao unir o rap com a música local da Guiné, já "Batafa" retoma uma melodia mais alegre – a kora consegue funcionar muito bem como o principal instrumento, enquanto os outros dão suporte ao fundo. E a dançante "Barra" levanta ainda mais o clima do trabalho, assim como "Rising Tide".

O regionalismo aparece com força "Wama", que ganhou muito peso com o acréscimo do rap em alguns versos. Por fim, a tocante parte instrumental na ótima "Badiya", com uma letra muito sincera e realista sobre o que precisamos no mundo atualmente, fecha o ótimo trabalho.

A união que conseguiu centralizar o melhor de cada um e apresenta uma ótima perspectiva para o futuro de ambos na música. Tomara que essa parceria siga viva por muitos e muitos anos, porque os dois, juntos, funcionam de maneira espetacular.

Tracklist: 

1 - "Tamala"
2 - "Just Live"
3 - "Tokira"
4 - "Monistic Theory"
5 - "Batafa"
6 - "Barra"
7 - "Rising Tide"
8 - "Wama"
9 - "Badiya"

Nota: 4,5/5



Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...