No YouTube

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Resenha: Angel Olsen – My Woman


Cantora lança segundo disco de estúdio em dois anos

Uma das novas cantoras que mais chamam atenção no mundo indie, Angel Olsen vem fazendo um bom trabalho há algum tempo. Já em Burn Your Fire For No Witness ela mostrava bom potencial, por isso My Woman, o terceiro disco de estúdio, chega como possível ponto de virada em sua carreira.

Apesar de "Intern" soar muito como Lana Del Rey, convém esperar um pouco mais para tirar qualquer conclusão - aqui, pelo menos, o vocal é melhor. E a melhora chega logo, na ótima "Never Be Mine", e continua em "Shut Up Kiss Me" - quando as coisas aceleram um pouco na melodia e ficam mais cheias de ritmo.

Veja também:
Resenha: Carne Doce – Princesa
Resenha: O Terno – Melhor do Que Parece
Resenha: Wild Beasts - Boy King
Resenha: De La Soul – and the Anonymous Nobody...
Resenha: Paula Cavalciuk – Morte & Vida
Resenha: Wado – Ivete
Resenha: Xóõ - Xóõ

"Give It Up" tem a guitarra como guia do início ao fim. E a voz de Angel Olsen consegue dar conta muito bem de colocar o ouvinte dentro do clima que a música pede, e "Not Gonna Kill You" mistura o acústico nos versos com o peso da guitarra no refrão - uma boa escolha para essa letra profunda. O auge do disco é a delicdada e cheia de bons momentos "Heart Shaped Face". Talvez, Angel Olsen tenha encontrado um caminho muito interessante para sua carreira aqui, quando conseguiu combinar com perfeição o vocal com a melodia.

Se fazer uma música boa já um golaço, duas é para mostrar que há talento de sobra. "Sister" mostra isso muito bem, colocando a cantora em um patamar diferente de muitas outras cantoras. Certamente, há algo a mais por aqui. As leves "Those Were the Days", "Woman" e "Pops" têm o trabalho de fechar o disco, o melhor gravado por Angel Olsen.

Ao mostrar um avanço significativo em suas composições e arranjos, a cantor deu um enorme passo para conseguir mais público e mais atenção. Porque esse disco, sendo o melhor de sua carreira, tem tudo para render bons frutos.

Tracklist:

1 - "Intern"
2 - "Never Be Mine"
3 - "Shut Up Kiss Me"
4 - "Give It Up"
5 - "Not Gonna Kill You"
6 - "Heart Shaped Face"
7 - "Sister"
8 - "Those Were the Days"
9 - "Woman"
10 - "Pops"

Nota: 4/5



Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...