No YouTube

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Resenha: Banda do Mar – Banda do Mar


Em Portugal há algum tempo, Marcelo Camelo e Mallu Magalhães deixaram de habituar os sites de fofoca para, enfim, ganhar paz em seu relacionamento. E isso gerou o inevitável: o primeiro disco do casal, com o apoio de Fred Ferreira. Entre Lisboa e Rio de Janeiro, Banda do Mar é um nome que caiu muito bem para o trio.

Com dois discos solos nas costas nos últimos anos, Camelo mostra que não está disposto a arriscar uma nova empreitada musical com quase 40 anos. "Cidade Nova" parece uma continuação mais agitada de “Luzes da Cidade”, canção que faz muito sucesso em seus shows. Mallu já aparece em "Mais Ninguém", em que ela consolida o estilo de Pitanga, seu último disco lançado antes da mudança de país.

"Hey Nana" ganha guitarras e uma letra muito boa – nesse aspecto, Marcelo Camelo é um dos melhores de sua geração. E parece que Mallu está aprendendo bastante com seu marido, porque suas letras vêm evoluindo bem. Uma prova disso é "Muitos Chocolates", talvez sua primeira entrada em uma faixa com ares mais pop e MPB.

A linha violão com clima praieiro de "Pode Ser" é exatamente a mesma de Toque Dela, com o acréscimo de que Mallu e Fred Ferreira ganham mais destaque nessa faixa nos vocais de apoio. A agitada, dentro da proposta do trabalho, "Mia" tem uns elementos latinos bem interessantes, mas a letra se repete tanto que fica tediosa. Outra que não foge do que ouvimos antes é "Dia Clarear", que tem todos os itens de uma letra de Marcelo.

Biografia ou não, "Me Sinto Ótima" é equilibrada entre algo mais MPB e o estilo que Mallu cantava em seu início de carreira. A impressão é de que "Faz Tempo" encerra a trilogia de “Luzes da Cidade” e “Cidade Nova”. Um bom encerramento, aliás. Outra que pode entrar na conta das confessionais é "Seja Como For", parece uma declaração de amor. As duas últimas, "Solar" e “Vamo Embora”, não são muito diferentes. A 12ª chama atenção por trazer novamente a tal morena dos discos anteriores de Camelo e por parecer uma canção que sobrou dos anos anteriores, e ganhou uma nova roupagem.

O primeiro disco da Banda do Mar não é inovador, tampouco Marcelo Camelo, Mallu Magalhães e Fred Ferreira optaram por algum tipo de novidade e o repertório é seguro e feito para soar bem ao vivo.. É o trabalho que os fãs do casal vão gostar por não fugir em nada das características dos álbuns solos lançados por eles em quase uma década.

Tracklist:

1 - "Cidade Nova"
2 - "Mais Ninguém"
3 - "Hey Nana"
4 - "Muitos Chocolates"
5 - "Pode Ser"
6 - "Mia"
7 - "Dia Clarear"
8 - "Me Sinto Ótima"
9 - "Faz Tempo"
10 - "Seja Como For"
11 - "Solar"
12 - "Vamo Embora"

Nota: 3/5



Veja também:
Resenha: Rodrigo y Gabriela – 9 Dead Alive
4 em 1: Leo Cavalcanti, Juçara Marçal, Ludov e Jonnata Doll e os Garotos Solventes
Resenha: J Mascis – Tied to a Star
Resenha: O Terno – O Terno
Resenha: La Roux – Trouble in Paradise
4 em 1: Dawn Landes, Daley, Benmont Tench e Patten




Siga o blog no Twitter, Facebook, Instagram, no G+ e no YouTube

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!