Mais no blog:

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Duas resenhas: Lisa Gerrard & Jules Maxwell e Matt Sweeney & Bonnie Prince Billy


Lisa Gerrard & Jules Maxwell - "Burn"

Vocalista do Dead Can Dance e vencedora do Oscar por "Gladiador" (2000), a cantora Lisa Gerrard adora participar de novos projetos musicais. O mais recente deles é a parceria com o tecladista Jules Maxwell, com quem ela trabalha junto na banda. O projeto mistura world music, música eletrônica, traços experimentais e lembra muito o icônico trabalho do compositor Vangelis. Por conta da pandemia, foi disco que levou 18 meses a mais para ser lançado, mas vale muito a pena. O trabalho que eles fazem aqui é acima da média e muito emocionante.

Avaliação: ótimo

Veja também:
Resenha: Van Morrison - Latest Record Project Volume I
Resenha: Weezer - Van Weezer
Duas resenhas: girl in red e Marianne Faithfull with Warren Ellis
Duas resenhas: Guided By Voices e Royal Blood
Resenha: Teenage Fanclub - Endless Arcade
Duas resenhas: Tom Jones e Peter Frampton


Matt Sweeney & Bonnie Prince Billy - "Superwolves"

Um dos trabalhos com maior expectativa deste primeiro semestre finalmente foi lançado. E por que havia tudo isso? Porque os singles lançados por Matt Sweeney e Bonnie Prince Billy eram muito bons. Ao ouvir "Superwolves", fica claro que essa parceria, a continuação de "Superwolf" (2005), rende muito quando cada um coloca o melhor de si e mostra como eles têm algo muito especial. Qual canção eu recomendo? Todas. É um disco excepcional do início ao final.

Avaliação: ótimo

Continue no blog: