No YouTube

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Dois discos: Otto e Paralamas do Sucesso


Otto – Ottomatopeia

Novo disco de Otto, Ottomatopeia levou cinco anos para ser lançado, e podemos ver o resultado dessa demora nas parcerias feitas. Da cantora Roberta Miranda ao guitarrista Andreas Kisser, todos os convidados colaboram de maneiras diferentes no álbum. Ao longo das 11 músicas, podemos ver Otto flertando com todo tipo de gênero e subgênero musical – do popular ao manguebeat –, com "Atrás de Você", "Meu Dengo" e "Orumilá" sendo os destaques do trabalho. Separadas, as faixas funcionam muito bem e devem fazer sucesso nas apresentações, mas, dentro do álbum, ficou um pouco confuso ouvi-lo indo de um lado para o outro. Em resumo: é um disco de singles.

Nota: 2,5/5

Veja também:
Dois discos: Oh Sees e Trailer Trash Tracys
Dois discos: Stone Sour e Alice Cooper
Dois discos: Giovani Cidreira e Jonathan Tadeu
Dois discos: John Mayer e Dan Auerbach
Dois discos: Chuck Berry e Jeff Tweedy
Dois discos: Camarones Orquestra Guitarrística e Felipe S
Dois discos: At The Drive-In e Kasabian



Paralamas do Sucesso – Sinais do Sim

Se existe uma banda brasileira que não precisa provar nada a ninguém, essa banda é o Paralamas do Sucesso. Com quase 40 de estrada, eles são referência em fazer boas músicas e em discografia constante. Pouquíssimos grupos no mundo podem ter orgulho desse caminho. Em Sinais do Sim, primeiro disco de inéditas em oito anos, é possível ouvir um grupo cheio de referências a si próprio – quase um autoplágio, digamos. Está longe de ser um grande trabalho e a voz de Herbert Vianna está visivelmente pior, mas eles ainda conseguem fazer boas canções para animar os fãs nas apresentações. Eles não precisavam de um novo álbum, mas fizeram. É para bater palmas.

Nota: 3/5

Saiba como ajudar o blog a continuar existindo

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!