No YouTube

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Resenha: Lady Gaga – Joanne


Novo disco da cantora já chegou ao primeiro lugar na Billboard

Lady Gaga é uma das boas cantoras que apareceram no mainstream nos últimos anos. Porém ela só mostrou que pode mais quando topou a parceria com Tony Bennnet em Cheek to Cheek (2015). Neste novo álbum, o quinto da carreira, ela não só transita bem entre as canções que a fizeram virar a nova rainha do pop, mas também consegue se sair bem quando muda de rumo. Temos dois grandes exemplos: "Diamond Heart" e "Perfect Ilusion", que poderiam estar em qualquer um dos primeiros discos, e "Joanne" e "Million Reasons" - acústicas, sem efeitos e com um pé no country sem sair completamente do pop. Ela nem abandonou a base que conquistou com o sucesso de "Poker Face", tampouco deixou de lado quem gostou do lado jazz. Musicalmente, é um álbum interessante, maduro e não é apelativo do nível do antecessor e fraco Artpop (2013). Um momento de baixa são as duas últimas - Florence Welch engole Gaga no dueto em "Hey Girl" e "Angel Down" é apenas regular. De resto, é um bom disco e vale a pena dar uma escutada.

Veja também:
Resenha: Sabotage – Sabotage
Resenha: Norah Jones – Day Breaks
Resenha: Leonard Cohen – You Want It Darker
Resenha: Two Door Cinema Club – Gameshow
Resenha: Kings of Leon – Walls
Resenha: The Naked and Famous – Simple Forms
Resenha: Green Day – Revolution Radio

Clique aqui para ler mais resenhas

Tracklist:

1 - "Diamond Heart"
2 - "A-Yo"
3 - "Joanne"
4 - "John Wayne"
5 - "Dancin' in Circles"
6 - "Perfect Illusion"
7 - "Million Reasons"
8 - "Sinner's Prayer"
9 - "Come to Mama"
10 - "Hey Girl" (featuring Florence Welch)
11 - "Angel Down"

Nota: 3/5



Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...