No YouTube

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Resenha: Teenage Fanclub – Here


Veteranos seguem em forma em novo álbum de estúdio

Muito difícil mensurar o carisma do Teenage Fanclub ao longo dos últimos 27 anos. Nunca chegaram a ser uma banda extremamente famosa, mas isso pouco importa para quem tem uma base de fãs fieis e uma discografia muito consistente. Por isso, os seis anos de espera entre Shadows (2010) e Here, lançado na última semana, foram tempo demais para quem gosta deles.

Ao começar o disco na bonita "I’m in Love", o Teenage Fanclub abre com o jogo ganho. Eles mostram todos os elementos que os fizeram famosos – a delicada melodia e a letra bobinha e bonitinha. Iniciando assim, eles entregam o que os fãs querem logo de cara. E isso basta. "Thin Air" e "Hold On" mantêm o ritmo do início, não dando chance ao ouvinte de pensar em pausar o álbum.

Mais uma vez, a delicada melodia é o ponto principal de uma faixa – no caso, "The Darkest Part of the Night". A suavidade dos versos acompanha o arranjo quase imperceptível de cordas ao fundo, e todos esses elementos fazem dela uma bonita canção. "I Have Nothing More to Say" tem bastante coisa da anterior, diferente da melancólica e poética "I Was Beautiful When I Was Alive".

Veja também:
Resenha: Nick Cave and The Bad Seeds – Skeleton Tree
Resenha: Lakuta – Brothers and Sisters
Resenha: Sophie Ellis-Bextor – Familia
Resenha: Angel Olsen – My Woman
Resenha: Carne Doce – Princesa
Resenha: O Terno – Melhor do Que Parece
Resenha: Wild Beasts - Boy King

"The First Sight", "Live in the Moment" e "Steady State" mostram como a banda consegue brincar com letras e melodias diferentes. A primeira soa uma continuação da anterior, já a segunda é um pouco animada e, por fim, a terceira é bem lenta e tristonha. Teenage Fanclub está mais em forma do que nunca, e provam isso nessa sequência. Outra que cola na cabeça, "It’s a Sign" encaminha o ouvinte para o encerramento da maneira ideal: simples e direto. "With You" e "Connected to Life" conseguem fechar o disco de maneira bonita e sem excessos.

Mais uma vez, o Teenage Fanclub conseguiu fazer um álbum bonito o suficiente para agradar a base de fãs. As letras e melodias casaram muito bem ao longo de pouco mais de 45 minutos, e o resultado final foi muito bom. Que eles fiquem muito mais tempo entre nós.

Tracklist:

1 - "I’m in Love"
2 - "Thin Air"
3 - "Hold On"
4 - "The Darkest Part of the Night"
5 - "I Have Nothing More to Say"
6 - "I Was Beautiful When I Was Alive"
7 - "The First Sight"
8 - "Live in the Moment"
9 - "Steady State"
10 - "It’s a Sign"
11 - "With You"
12 - "Connected to Life"

Nota: 4/5



Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...