No YouTube

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Resenha: M83 – Junk


Franceses soltaram novo disco no primeiro semestre deste ano

Pode não parece, mas a tradição francesa de revelar bons nomes nos últimos 25 anos vem chamando a atenção. Entre o duo Daft Punk e a banda Phoenix, também surgiu nesse embalo o M83, um típica banda indie que pega várias influências e faz um som muito próprio. Não tão conhecido fora de sei nicho, eles lançaram Junk, sétimo disco de estúdio, no primeiro semestre deste ano.

É difícil alguém começar com uma música muito boa logo de cara, entretanto, o M83 conseguiu isso com "Do It, Try It". O início mais lento até a explosão logo depois mostram que eles não estão de brincadeira. A empolgante "Go!" consegue mostrar que eles não estão de piada, enquanto "Walkway Blues" dá suavidade e reduz o ritmo na hora certa.

Veja também:
Resenha: Xenia Rubinos – Black Terry Cat
Resenha: Cheap Trick - Bang, Zoom, Crazy... Hello
Resenha: Biffy Clyro – Ellipsis
Resenha: Joe Bonamassa - Blues of Desperation
Resenha: Michael Kiwanuka – Love & Hate
Resenha: Jeff Beck - Loud Hailer
Resenha: Estranhos Românticos - Estranhos Românticos

Inteira em francês, "Bibi the Dog" tem um ar de sensualidade que só os franceses conseguem transmitir – até uma ofensa é bonita em francês. Se a instrumental "Moon Crystal" consegue manter o ouvinte atento, "For the Kids" é uma balada muito bonita, envolvente e profundamente melancólica. Um acerto daqueles que fará parte dos shows por muitos anos, assim como a outra balada que vem logo na sequência –"Solitude".

Sobre três canções diferentes: "The Wizard" tem uma construção instrumental para se prestar atenção, "Laser Gun" é mais agitada e cheia de efeitos e a comum "Road Blaster" mostram outras facetas do grupo em momentos em que abriu-se espaço para fazer outro tipo de som. A bonita instrumental "Tension" abre caminho para os momentos finais do álbum com a emocionante balada "Atlantique Sud", a boa parceria com Beck em "Time Wind", a esquisita "Ludivine" e a surpreendente "Sunday Night 1987" fecham o álbum.

Com vários tipos de referências e estilos, esse disco do M83 mostra que a banda está ampliando os horizontes musicais neste registro. E com muita competência, o que é ótimo para os ouvidos.

Tracklist:

1 - "Do It, Try It"
2 - "Go!" (featuring Mai Lan)
3 - "Walkway Blues" (featuring Jordan Lawlor)
4 - "Bibi the Dog" (featuring Mai Lan)
5 - "Moon Crystal"
6 - "For the Kids" (featuring Susanne Sundfør)
7 - "Solitude"
8 - "The Wizard"
9 - "Laser Gun" (featuring Mai Lan)
10 - "Road Blaster"
11 - "Tension"
12 - "Atlantique Sud" (featuring Mai Lan)
13 - "Time Wind" (featuring Beck)
14 - "Ludivine"
15 - "Sunday Night 1987"

Nota: 3,5/5



Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!

Esse post foi um oferecimento de Felipe Portes, o primeiro patrão do blog. Contribua, participe do nosso Patreon.