No YouTube

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Resenha: Aldo, The Band – Giant Flea


Murilo Faria a.k.a DJ Mura (programação, synths, backing vocals e teclados) e André Faria a.k.a Faria Mori (baixo, guitarra e voz) formam o Aldo, The Band, projeto de música eletrônica que teve seu primeiro trabalho lançado em 2013. Basicamente, eles são a tentativa brasileira de termos um LCD Soundsystem ou algo bem próximo disso.

"2nd Hand Chest", primeira do novo disco Giant Flea, tem um tom bem dançante, e isso é bem o resumo do disco, e parece que falta alguma coisa – talvez uma pegada mais forte. Ficar nessa moleza logo de cara não foi uma escolha ideal para quem, por exemplo, terá a chance de ouvir a banda pela primeira vez. Em "Liquid Metal" podemos ouvir uma tentativa de misturar eletrônico e com uma estrutura de banda e até funciona bem, nada além disso.

A tentativa de soar LCD Soundsystem aparece na faixa-título. É animada e tal, porém soa cópia ou uma versão de algo que o grupo americano fez/poderia ter feito, sabe? É meio como ver um jogo antigo na TV já sabendo o resultado. Na quarta faixa, "Back to the Tunnel", é que dá uma animada. Primeiro, ela me soa algo mais próximo de algo bom nesse tipo de música; segundo, me parece mais original do que a anterior.

"Sunday Dust" é mais do mesmo na música eletrônica, enquanto "Bluffing" é bem suave, feita para dançar e é bem grudenta – isso é base de nove entre cada dez canções do gênero. Canção que mais chama atenção do disco inteiro, "Hostage Song" é muito bonita e o grande acerto de todo álbum, ainda mais sendo muito diferente do grosso das 11 faixas. A bem passável "Freakin' me Out!" não faz muita diferença porque é murcha e sem graça, diferente da anterior.

Outra muito boa e divertida é "Primate", que soa algo feito em algum lugar dos anos 1980 na Inglaterra pós-punk. Penúltima, "Good Morning, Pumpkin" tem uma parte instrumental legal e chamativa, enquanto "We Can All" encerra bem o disco, que tem defeitos e é bem irregular – principalmente no início.

Tracklist:

1 - "2nd Hand Chest"
2 - "Liquid Metal"
3 - "Giant Flea"
4 - "Back to the Tunnel"
5 - "Sunday Dust"
6 - "Bluffing"
7 - "Hostage Song"
8 - "Freakin' me Out!"
9 - "Primate"
10 - "Good Morning, Pumpkin"
11 - "We Can All"

Nota: 2,5/5



Veja também:
Resenha: Prince – Hit N Run Phase One
Resenha: Eagles of Death Metal – Zipper Down
Resenha: Jimi Tenor & UMO – Mysterium Magnum
Resenha: New Order – Music Complete
Resenha: Daby Touré – Amonafi
Resenha: Kurt Vile – B’lieve I’m Goin Down...
Resenha: Yo La Tengo – Stuff Like That There

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais! Isso ajuda pra caramba o blog a crescer e ter a chance de produzir mais coisas bacanas.