quarta-feira, 24 de abril de 2019

Resenha: Julian Lage - Love Hurts


Nos últimos anos, Julien Lage consolidou-se como um dos ótimos nomes da nova geração do jazz. "Modern Lore" (2018) mostrou como ele conseguiu equilibrar a capacidade em fazer bons arranjos com momentos de delicadeza e força. "Love Hurts", sexto trabalho dele como líder de banda, foi disponibilizado no final do mês de fevereiro. E conta apenas como duas músicas inéditas, sendo completado com oito covers.

O disco instrumental começa com a melancólica "In Heaven". Ao apostar na guitarra como elemento principal, Lage acabou acrescentando coisas novas no início -- alguns efeitos. Mas basicamente acaba apostando no bom e velho blues no resto do andamento. "Tomorrow Is the Question" entra sem você nem perceber, o que é uma ótima notícia para uma faixa mais agitada e galgada no puro talento do guitarrista.

Veja também:
Resenha: Norah Jones - Begin Again
Resenha: Sara Bareilles - Amidst the Chaos
Resenha: Snarky Puppy - Immigrance
Resenha: Panda Bear - Buoys
Resenha: Jenny Lewis - On The Line
Resenha: Andrew Bird - My Finest Work Yet


"The Windup" surge e lembra Novos Baianos (sério, ouve que você também vai reparar) com seu lado mais animado e feito para colocar o pessoal para dançar. E a faixa-título, "In Circles" e "Lullaby" surgem para devolver o lado melancólico ao ouvinte, por serem dessas que farão você refletir muito sobre a vida -- talvez até chorar, dependendo do seu estado emocional.

O clima mais leve retorna com "In Circles", essa com uma boa vantagem de ser longa e conseguir desenvolver bem todos os aspectos da faixa. Nada é excessivo. Também há espaço para algo mais experimental, caso de "Trudgin'". O jazz raiz, o jazz moleque, o jazz 'toco y me voy' retorna em "I'm Getting Sentimental Over You". E encerra com "Crying", famosa na voz de Roy Orbison.

"Love Hurts" é um disco simples e moldado no jazz, então pode ser que muita gente não goste logo de cara. Mas o material é de primeira e Lage conseguiu colocar sua mão em faixas já conhecidas, além de apresentar duas dele. É um prato cheio para quem gosta de música instrumental.

Tracklist:

1 - "In Heaven" (Peter Ivers, David Lynch)
2 - "Tomorrow Is the Question" (Ornette Coleman)
3 - "The Windup" (Keith Jarrett)
4 - "Love Hurts" (Boudleaux Bryant)
5 - "In Circles" (Julian Lage)
6 - "Encore (A)" (Jarrett)
7 - "Lullaby" (Lage)
8 - "Trudgin' " (Jimmy Giuffre)
9 - "I'm Getting Sentimental Over You" (George Bassman, Ned Washington)
10 - "Crying" (Roy Orbison, Joe Melson)

Avaliação: muito bom




Siga o blog no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Saiba como ajudar o blog a continuar existindo

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!

Continue no blog: