segunda-feira, 23 de julho de 2018

Dois discos: Bullet For My Valentine e Árstíðir

Bandas de estilos completamente diferentes estão na seção


Bullet For My Valentine – "Gravity"

O Bullet For My Valentine apareceu no fim da década passada embalado pelos novos nomes da cena do nu metal que estavam surgindo na mesma época. E, aparentemente, resolveu parar em 2005, porque a maioria das faixas de “Gravity” soam exatamente daquela época – uma mistura de Linkin Park com Avenged Sevenfold. Nenhuma faixa é boa o suficiente para ganhar destaque. Ou seja, o disco é bem ruim por soar exatamente igual a tudo que eles já fizeram antes, só que pior.

Avaliação: ruim

Veja também:
Dois discos: Anelis Assumpção e Lestics
Dois discos: Death Grips e Melvins
Dois discos: Buddy Guy e Roger Daltrey
Dois discos: Kanye West e Cut Worms
Dois discos: Julian Lage e Robert Earl Thomas
Dois discos: Kate Nash e Eleanor Friedberger



Árstíðir – "Nivalis"

Presente na lista de dez bandas para conhecer melhor a Islândia (clique aqui e veja as outras nove), o Árstíðir segue em “Nivalis” exatamente na mesma linha que o popularizou: a mistura de folk, música clássica, música de câmara e elementos pop para trazer elementos bem melancólicos às faixas – nove em inglês e duas em islandês. "Entangled", "Óroi", ""Wasting Time" e "Passion" são os destaques de mais um trabalho com ótimos arranjos que reflete bem uma parte da música feita naquela parte do mundo tão diferente da nossa.

Avaliação: muito bom


Me siga no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Saiba como ajudar o blog a continuar existindo

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!