terça-feira, 24 de abril de 2018

Resenha: Ben Harper e Charlie Musselwhite – No Mercy in This Land


Dupla reedita parceria iniciada há cinco anos com novo álbum de inéditas

Uma parceria é sempre um bom momento para avaliar como o trabalho entre duas ou mais pessoas funcionam. Geralmente, a união entre dois mundos, diferentes ou não, pode gerar alguma coisa boa. No caso de Ben Harper e Charlie Musselwhite, nada precisa ser provado porque, há cinco anos, eles lançaram o elogiado Get Up! – disco que mostrou, em definitivo, como Harper estava disposto a buscar nas raízes do blues uma nova identidade para si, e como Musselwhite é um gaitista de primeiro nível.

Segundo trabalho da parceria, No Mercy in This Land abre com "When I Go" e mostra bem o clima de blues que toma conta de todo disco, e ambos mostram bem suas características em seus respectivos instrumentos – guitarra e gaita, no caso. Mais animada, "Bad Habits" surge para dar um clima um pouco mais dançante do que o do início.

Veja também:
Resenha: Manic Street Preachers – Resistance Is Futile
Resenha: Tal National – Tantabara
Resenha: Ty Segall – Freedom's Goblin
Resenha: Jack White – Boarding House Reach
Resenha: BIKE – Their Shamanic Majesties' Third Request
Resenha: David Byrne – American Utopia
Resenha: The Breeders – All Nerve


Melhor do álbum e com imenso potencial para ficar alguns anos no repertório de Harper, "Love and Trust" tem um clima quase religioso para falar sobre a vida e como tudo deveria ser feito com "amor e confiança". Também é uma aula enorme em fazer um blues de andamento e letras simples, mas de mensagem extremamente poderosa. Diferente de "The Bottle Wins Again", essa mais "bobinha" sobre encher a cara após ter o coração partido por alguém.

"Found the One" é curta e chega com um arranjo mais animado para reafirmar a posição de só seguir o próprio coração, enquanto "When Love Is Not Enough" e "Trust You To Dig My Grave" retomam o clima mais melancólico – a primeira propiciada pela guitarra de Harper; a segunda pela gaita de Musselwhite, e nesse disco os instrumentos são quase extensões dos corpos deles.

Não poderia faltar um blues mais tradicional, claro, e "No Mercy In This Land" cabe muito bem nisso. Violão e a gaita chorosa acompanhando dão o tom de outra faixa de tom quase religioso em que o sofrimento mundano é o tema principal. Na parte final, a animada "Movin' On" e a melancólica "Nothing At All" encerram o álbum.

Como não poderia deixar de ser, a parceria entre Ben Harper e Charlie Musselwhite é das melhores. Em um disco simples, com cada um na sua, eles entregam um trabalho bom o suficiente para mostrar que o blues está mais vivo do que nunca.


Tracklist:

1 - "When I Go"
2 - "Bad Habits"
3 - "Love and Trust"
4 - "The Bottle Wins Again"
5 - "Found the One"
6 - "When Love Is Not Enough"
7 - "Trust You To Dig My Grave"
8 - "No Mercy In This Land"
9 - "Movin' On"
10 - "Nothing At All"

Avaliação: muito bom



Me siga no Twitter e no Facebook e assine o canal no YouTube. Compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Saiba como ajudar o blog a continuar existindo

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!