No YouTube

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Resenha: The Temper Trap – Thick as Thieves


Banda australiana lançou novo disco recentemente

Thick as Thieves é o terceiro disco de estúdio dos australianos do Temper Trap, que lançaram Conditions (2009) e The Temper Trap (2012). Como muitas das bandas da Austrália ou da Nova Zelândia, eles conseguiram fazer sucesso quando entraram no top-10 da parada no Reino Unido, ainda o melhor lugar para qualquer grupo dessa região do mundo tentar o sucesso.

A faixa-título é um pop bem aceitável, grudento como precisa ser e um bom gatilho para começar o disco de maneira simples e sem rodeios, e a seguinte, "So Much Sky", mantém o ritmo sem alterar o estilo – para quem gosta desse tipo de música, uma maravilha. Há uma subida de tom em "Burn", principalmente no refrão, mas é só isso que acontece de emocionante.

O tom épico e exagerado de "Lost" contrasta com o misto de animação de "Fall Together" – no fim das contas, nenhuma das duas empolga. A animadinha "Alive" e "Riverina" chegam e mostram a boa capacidade de fazer canções com um bom refrão, daquele perfeito para atrair uma molecada entre 11 e 14 anos que não quer ir mais à frente no quesito gênero musical.

"Summer's Almost Gone" não é lá muito empolgante, apesar da guitarra alta, e "Tombstone" segue o mesmo estilo meio sem graça. Penúltima faixa, "What If I'm Wrong" surge e parece um Tame Impala sem recursos. Por fim, "Ordinary World" funciona, e bem, para encerrar o disco – deixaram o melhor para o final.

Para ser bem franco: é muito chato, isso não anda e fiquei cansado na metade. Fica na mesma, a coisa não anda. Até que a coisa anda em duas músicas, mas o resto é bem mais ou menos.

Tracklist:

1 - "Thick as Thieves"
2 - "So Much Sky"
3 - "Burn"
4 - "Lost"
5 - "Fall Together"
6 - "Alive"
7 - "Riverina"
8 - "Summer's Almost Gone"
9 - "Tombstone"
10 - "What If I'm Wrong"
11 - "Ordinary World"

Nota: 2/5



Veja também:
Resenha: Minor Victories - Minor Victories
Resenha: Bombino – Azel
Resenha: Richard Bona & Mandekan Cubano – Heritage
Resenha: Blink-182 – California
Resenha: Garbage – Strange Little Birds
Resenha: Robert Ellis – Robert Ellis
Resenha: The Lumineers – Cleopatra

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!

Esse post foi um oferecimento de Felipe Portes, o primeiro patrão do blog. Contribua, participe do nosso Patreon.