segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Dois discos: Simple Minds e MGMT

Veteranos lançam novo disco de inéditas após quatro anos; grupo indie tenta recuperar fãs


Simple Minds - Walk Between Worlds

Os veteranos do Simple Minds estão de volta depois de quatro anos do último disco de inéditas – Big Music (2014). Sem se render a qualquer tipo de artifício barato para conseguir um trocado a mais, os escoceses seguem fazendo um trabalho honesto em Walk Between Worlds, 18º disco de estúdio. Dá para destacar as faixas "Magic", "Utopia", "Sense of Discovery" e a faixa-título, mas as mais longas não soam cansativas, nem as curtas passam despercebidas. Enfim, eles continuam nos palcos há mais de 40 anos e não devem parar tão cedo.

Avaliação: muito bom

powered by TinyLetter


Veja também:
Dois discos: Calexico e Hollie Cook
Dois discos: Jeff Rosenstock e Jaguwar
Dois discos: Tiê e Tulipa Ruiz
Dois discos: Bárbara Eugenia & Tatá Aeroplano e BEL
Dois discos: Buffalo Killers e Wand
Dois discos: Jake Bugg e The Killers
Dois discos: Rincon Sapiência e Criolo


MGMT – Little Dark Age

Faz muito tempo, precisamente na segunda metade da primeira década dos anos 2000 (é, eu sei), mas o MGMT já foi grande, enorme, imenso na cena indie dançante. Nos últimos anos, apesar de ter lançado coisas interessantes, não conseguiu a mesma comoção de Oracular Spectacular (2007). E pior: começou a ser cada vez mais ignorado. Mas, ao que parece, a banda está de volta em Little Dark Age. Usando elementos mais simples e disposta a não complicar a vida de quem está ouvindo, o novo álbum é uma mescla de músicas dançantes com um experimental mais lento. Não é o melhor registro, mas parece um caminho para uma retomada.

Avaliação: bom

Me siga no Twitter e no Facebook. E compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Saiba como ajudar o blog a continuar existindo

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!