No YouTube

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Dois discos: Jamiroquai e Goldfrapp

Dois nomes famosos da cena eletrônica lançaram novos álbuns neste ano


Jamiroquai – Automaton

Não surpresa nenhuma ao final de Automaton chegar na conclusão de que Jamiroquai está perdendo fôlego, assim como muitos outros do mesmo estilo e geração. O oitavo disco de estúdio não empolga como a maioria dos anteriores. Do início, apenas "Cloud 9", "Superfresh" e "Hot Propety" são convidativas para sair dançando – isso depois de ter passado por "Shake It On" e a faixa título. Na segunda metade, parece que a banda optou por ser um cover dela mesmo e leva com a barriga até o final. O novo registro começa bem, mas está longe da grandiosidade que colocou o Jamiroquai no topo das paradas e referência de quase toda uma geração.

Nota: 2,5/5

Veja também:
Dois discos: Hurray For The Riff Raff e Brian Jonestown Massacre
Dois discos: Chicano Batman e Grandaddy
Dois discos: Robert Randolph and The Family Band e Clap Your Hands Say Yeah
Dois discos: Soul Scratch e Maya Rae
Dois discos: SOHN e Japandroids
Dois discos: Brian Eno e Run the Jewels



Goldfrapp – Silver Eye

Novo disco do Goldfrapp, chamado Silver Eye, abre com a boa "Anymore", depois ainda tem a melancólica "Tigerman" quase na sequência para mostrar outro lado deles. Mas o disco embala mesmo em "Become The One", talvez uma das melhores músicas já feitas pelo duo. O trabalho em conseguir variar o tipo de canção é daquele a ser observado de perto, principalmente o feito em "Zodiac Black" – a faixa soa muito algo feito por Björk. E outra faixa muito boa é "Moon In Your Mouth", mostrando que o Goldfrapp pode ir ainda mais longe se tiver essa ambição musical.

Nota: 3,5/5

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!