No YouTube

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Chico Science merece ser celebrado 20 anos depois de morte


Cantor deixou incrível legado para o público

Há 20 anos, Chico Science morria em um acidente de carro e interrompia uma das trajetórias mais brilhantes e importantes na música brasileira. Ao unir diversas referências, do hip-hop ao regionalismo pernambucano, ele e a Nação Zumbi mostraram que a então nova geração da música brasileira poderia ir além das bandas dos anos 1980 no quesito inventividade musical.

É impossível saber como ele estaria nos dias atuais, porque beira a futurologia qualquer palpite sobre isso. Então, é muito melhor focar em sua obra enquanto em vida. Um grande exemplo disso é o primeiro álbum com a Nação Zumbi, algo tão inédito que houve muita dificuldade em estúdio para reproduzir a atmosfera da banda nas apresentações ao vivo. Chico era cérebro, corpo e alma de algo espetacular que estava acontecendo.

Veja também:
Assista ao show de Chico Science & Nação Zumbi no Bem Brasil de 1996
Assista ao DVD do show Nação Zumbi - Ao Vivo No Recife 2012
Chico Science: o último gênio da música brasileira


O primeiro disco tem música que mostram um Brasil pobre, mas inventivo e pronto para o mundo. Sabe o que é pior? Chegamos a estar um patamar além disso, parecia ser definitivo, mas estamos de volta, quase como se fosse 1994 e vivêssemos uma época cheia de incertezas em vários aspectos da nossa sociedade. Um disco assim acaba sendo eterno, ainda mais em um lugar como o nosso, em que a incerteza do progresso é maior do que a chegada do avanço.

Duas décadas depois, é mais fácil entender o que Chico Science fez pela música brasileira como um todo. E não só pela música, mas pelo pensamento. Falando do meu caso em particular, só fui entender as letras mais velho. As audições só melhoraram e mostraram caminhos interessantes para seguir na vida.

Mais do que cantar alguns versos, ouvir Nação Zumbi é aprender a pensar um pouco – na situação em que vivemos ou no próximo com dificuldade. E isso é o maior legado que ele poderia ter deixado. A morte foi precoce. As lições são para sempre.

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e indique o blog aos amigos!