No YouTube

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Resenha: Best Coast – California Nights


Entre as duas mil bandas indies que apareceram na segunda década dos anos 2000, o Best Coast acabou se destacando por conta do bom Crazy for You, de 2010. Desde então, eles lançaram mais um álbum cheio e um EP, o ótimo Fade Away. No início deste mês, eles lançaram California Nights, terceiro álbum de estúdio do duo Bethany Cosentino e Bobb Bruno.

A abertura do álbum dá bem o tom do que será esse disco: "Feeling Ok" tem uma baita pegada pop, melodia fácil de acompanhar, viradas um tanto óbvias e aquele refrão grudento, necessário em oito de cada dez canções que são populares desde sempre. A vibe Paramore aparece em "Fine Without You", que um desavisado pode até confundir com a voz de Hayley Williams.

Como não poderia faltar, "Heaven Sent" é a canção dançante – e vem justamente depois de duas um pouco menos agitadas. Aqui é possível perceber que tudo está sendo colocado estrategicamente para chamar a atenção de certa faixa etária (entre 14 e 21, por exemplo). Outra na linha pop é "In My Eyes", seguindo a mesma linha das duas primeiras.

Se você não estiver prestando muita atenção, é capaz de colocar "So Unaware" dentro da anterior de tão parecidas no início – apesar de a anterior não ter o ar épico e o refrão repetitivo. A sonolenta "When Will I Change" é muito fraca, pop em excesso, sem graça e bobinha, e "Jealousy" segue exatamente o mesmo caminho penoso e cansativo caminho.

Muito próximo do trabalho feito anteriormente, "California Nights" tem aquele quê psicodélico recheado de distorções ao longo de seus mais de cinco minutos. Enfim, uma música realmente boa, diferente da curtinha e apenas ok. "Fading Fast". As últimas canções reservam mais momentos pop ("Run Through My Head" e "Sleep Won't Ever Come") e outro mais melancólico reservado para o final ("Wasted Time").

Para avançar no mercado musical (leia-se ser ouvidos por mais gente), o Best Coast deu uma afinada mais comercial em seu som. Apesar ao da temática um pouco diferente dos anteriores, esse álbum não vai agradar quem esperava algo mais próximo do que o duo fez em seus primeiros anos. Uma pena, mas foi uma escolha delas soar mais pop.

Tracklist:

1 - "Feeling Ok"
2 - "Fine Without You"
3 - "Heaven Sent"
4 - "In My Eyes"
5 - "So Unaware"
6 - "When Will I Change"
7 - "Jealousy"
8 - "California Nights"
9 - "Fading Fast"
10 - "Run Through My Head"
11 - "Sleep Won't Ever Come"
12 - "Wasted Time"

Nota: 2/5


Veja também:
Resenha: Jesse Cook – One World
Resenha: METZ – METZ II
Resenha: John Patitucci Guitar Quartet - Brooklyn
Resenha: My Morning Jacket – The Waterfall
Resenha: Mountain Goats – Beat The Champ
Resenha: Palma Violets – Danger in the Club
Resenha: Tulipa Ruiz – Dancê