Mais no blog:

terça-feira, 28 de setembro de 2021

Notícias do dia #95


Você pagaria para ver?

A série-documental "Welcome to Earth", que terá Will Smith em aventuras pelo mundo, terá a trilha sonora original composta por Daniel Pemberton.

Exclusiva do Disney+, o trabalho tem previsão de estreia para dezembro.

Isso, sim, parece bom

A trilha sonora de "Elizabeth", último trabalho do diretor Roger Michell, será de George Fenton. O documentário, recentemente adquirido pela Sony, será lançado em algum momento de 2022.

Esse eu quero ver

A diretora Irene Taylor começou a trabalhar em um documentário sobre a vida e obra de Celine Dion. O longa conta com o apoio da cantora, que autorizou o uso de imagens de arquivo, fotos e das músicas.

Produzido pela Sony Music Entertainment e Vermillion Films, o trabalho ainda não tem nome e data de lançamento.

Estou no Twitter e no Instagram. Ouça o podcast, compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

No aguardo

"Crawler" é o nome do novo álbum do Idles. O disco será lançado em 12 de novembro.

Minha nossa

Pesquisadores descobriram o óbvio: o rio Whitelake, que fica nas proximidades do local onde acontece o Glastonbury, tem um aumento colossal de substâncias tóxicas — ecstasy e cocaína foram as mais encontradas — na época do festival.

"Infelizmente, a proximidade do festival com um rio resulta em drogas liberadas pelo público, tendo pouco tempo para se degradar no solo antes de entrar no frágil ecossistema de água doce", disse um dos cientistas vinculados ao estudo à BBC.

O festival respondeu, em nota, que está ciente do problema e promete tomar uma atitude.

Você ouviu antes?

Kanye West refez o álbum "Donda" e liberou uma nova versão do trabalho nos serviços de streaming.

Olha a briga

Cofundador da gravadora DFA ao lado de James Murphy e Tim Goldsworthy, Jonathan Galkin acusa os ex-sócios de demiti-lo sem avisá-lo.

"Um dia vim trabalhar e as fechaduras [do escritório] foram trocadas", disse ele ao escritor Shawn Reynaldo, no começo do mês.

Em resposta, Murphy falou com a 'Pitchfork' e negou que tenha demitido Galkin sem comunicá-lo antes. Advogados foram envolvidos e, no fim, Galkin levou alguns artistas da DFA para FourFour, nova gravadora que fundou há alguns meses.

Clique aqui para ler a edição anterior.

Continue no blog: