Mais no blog:

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

Notícias do dia #74


Virou rotina

Por conta de um integrante da equipe com Covid-19, o Korn cancelou o show agendado para o último final de semana.

"Infelizmente, houve um caso COVID-19 confirmado no campo Korn. A segurança de nossos artistas, equipe, equipe do local e fãs são nossa prioridade, então devemos adiar o show", disse a banda, em nota.

A baixa cobertura vacinal é um problema nos Estados Unidos, e isso pode afetar planos de reabertura total no país.

Virou rotina 2

E, pouco antes do fechamento da coluna, Jonathan Davis, o vocalista do Korn, foi diagnosticado com COVID-19. Com isso, mais cinco shows foram cancelados e dois foram adiados. As novas datas serão divulgadas em breve.

Futuro

Lamb Of God e Mercyful Fate foram confirmados como atrações principais da edição de 2022 do Bloodstock, agendado para 11 a 14 de agosto.


Ih, rapaz!

O Nickelback está sendo processado pela banda Snowblind Revival pelo suposto plágio do sucesso "Rockstar".

Segundo o processo, aberto no Texas, Kirk Johnston alega que "quantidade substancial da música" foi copiada pela banda, incluindo "o tempo, a forma da música, a estrutura melódica, as estruturas harmônicas e o tema".

Segundo a juíza Susan Hightower, "Johnston alegou fatos suficientes para reclamar o direito à reparação", disse.

O músico ainda pode recorrer da decisão.

Estou no Twitter e no Instagram. Ouça o podcast, compre livros na Amazon e fortaleça o trabalho do blog!

Pesado

Bob Dylan está sendo processado por uma mulher que afirma ter sido abusada sexualmente por ele, em 1965, aos 12 anos.

Um dos trechos do processo, obtido pela Pitchfork, diz que "Dylan explorou seu status de músico para fornecer álcool e drogas a J.C. [a querelante] e abusou sexualmente dela várias vezes".

A Child Victims Act (Lei das Vítimas Infantis, em tradução literal), do estado de Nova York, aprovada em 2019, fornece uma janela onde as vítimas de abuso sexual infantil podem abrir um processo contra o agressor, independentemente do ano.

O advogado de Dylan nega as acusações.

Adeus

Simon Gallup, baixista do The Cure, anunciou que não faz parte mais da banda. Perguntado por um fã no Facebook, ele respondeu que "apenas cansei da traição".

Ele esteve no grupo de 1979 a 1983 e de 1984 até o último final de semana. Gallup também entrou no Hall da Fama do Rock com os agora ex-companheiros.

Ninguém da banda falou sobre a saída ou sobre as declarações.

Muito bom!

Em movimento semelhante ao concorrente AEG, a produtora Live Nation também vai exigir comprovante de vacinação ou teste COVID-19 negativo para artistas, funcionários e público nos eventos organizados por ela.

"A partir de 4 de outubro, vamos seguir o modelo que desenvolvemos para o Lollapalooza e exigir isso para artistas, fãs e funcionários em locais e festivais da Live Nation em todos os lugares possíveis nos EUA", disse a empresa, em nota.

Fim de carreira

Os dois shows feitos com Lady Gaga no início da semana passada foram os últimos da carreira do lendário Tony Bennett.

"Não haverá nenhum show adicional. Foi uma decisão difícil para nós, porque ele é um artista competente. Estas são, no entanto, ordens médicas", disse Danny Bennett, filho do cantor, à Variety.

A informação veio poucos dias depois do cancelamento oficial da turnê agendada para o final deste ano. Aos 95 anos, Bennett foi diagnosticado com doença de Alzheimer em 2016.

Mais uma lenda se vai. Que consiga aproveitar os dias em casa com paz e tranquilidade.

Clique aqui para ler a edição anterior.

Continue no blog: