No YouTube

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Seriado: Foo Fighters – Sonic Highways (S01E03)


Depois de passar por Chicago e Washington, o Foo Fighters desceu até Nashville para o terceiro episódio de Sonic Highways.

Nashville é pautada por duas coisas: música e religião. Então é muito natural que o country, gospel e a mistura desses dois mundos estejam espalhados pela cidade, mostrando como é a vida de quem mora lá. Impressiona muito a paixão dos entrevistados pela cidade, pela música, pelos cantores e por tudo que envolve morar ali.

Para quem cresceu ouvindo punk e metal, Dave Grohl é um estranho ali. Sem envolvimento pessoal, como acontece nos dois primeiros episódios, o vocalista do Foo Fighters usou esse capítulo para duas coisas: mostrar ao mundo a Zac Brown Band, de seu amigo Zac Brown, e criticar o atual momento da indústria e do country local.

Desde 1925, o Grand Ole Opry foi responsável por mostrar à cidade grandes nomes da cultura local. De Willie Nelson e Johnny Cash, passando por outros que só ficaram restritos naquele espaço, o programa fez muito sucesso. Mas de algum tempo para cá, com o surgimento de boy bands e cantoras que desejam ser as próximas Britney Spears e Lady Gaga, isso não acontece mais. Pelo dinheiro fácil e rápido, a tradicional indústria de Nashville perdeu o encanto e entrou na roda do pop como qualquer outra. A mesma indústria que teve Cash, Elvis Presley, Jerry Lee Lewis e outros tantos que gostavam de contar histórias vindas da alma do country não consegue mais gerar o encanto de outros tempos.

Tony Joe White, Dolly Parton, Willie Nelson, Emmylou Harris e o produtor Tony Bown discutem isso e contam suas histórias até chegar ao sucesso. O grande destaque é de Joe White, que acaba gerando boas reflexões sobre três momentos de Nashville na música – passado, presente e futuro.

Com maioria absoluta, Zac Brown é o eleito para continuar o legado do country de raiz pelo mundo. Sua banda é formada por pessoas de todos os tipos, mas o que importa é a música. E isso levou o cantor a conhecer Grohl, que viajou ao Tennessee para produzir um EP sem conhecer absolutamente nada do grupo.

O episódio é pouco focado na produção e formatação da nova música do grupo, mostrando que a crítica e olhar ao que está acontecendo ao tradicional circuito de Nashville são muito mais importantes do que qualquer outra coisa. “Congregation”, canção que encerra o programa, fala exatamente sobre isso. A congregação (cantores antigos que ainda estão vivos), a geração jukebox (era mais fácil colocar US$ 0,50 em uma jukebox e ouvir uma música do que comprar um disco) tem apenas um sucessor eleito. Pela primeira vez, alguém apontou o dedo para esse problema e, ao que parece, o country está fadado a ficar cada vez mais restrito nas casas, enquanto Taylor Swift e boy bands com botas de couro tomam cada vez mais conta do mainstream.

É para se pensar sobre o assunto, nesse que foi o melhor dos três episódios apresentados até aqui.



Veja também:
Seriado: Foo Fighters – Sonic Highways (S01E02)
Seriado: Foo Fighters -- Sonic Highways (S01E01)




Siga o blog no Twitter, Facebook, Instagram, no G+ e no YouTube

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!