No YouTube

sexta-feira, 24 de julho de 2015

4 em 1: Cloakroom, The Go! Team, Winter e Manyfingers


Cloakroom – Further Out

Inegavelmente shoegaze, o Cloakroom tem uns toques do Radiohead em início de carreira em uma rotação abaixo. Para quem curte guitarras altas, uma voz não tão boa – mas feita para cantar exatamente o que escreve – e canções longas que soam como uma jam session colocada no disco, vale a pena dar uma chance. "Paperwight" e "Deep Sea Station", as duas mais longas, são as melhores - coincidentemente, a abertura e encerramento, respectivamente.

Nota: 3,5/5


The Go! Team – The Scene Between

The Go! Team é um grupo animado, de músicas animadas e quer atrair gente que tenha esse mesmo pensamento. Só que, ao fazer isso, The Scene Between torna-se um trabalho bobo, cheio de obviedades e sem graça para quem é mais adulto. Pode até pegar um público abaixo dos 21 anos, mas, no meu caso, não me pegou.

Nota: 1,5/5


Winter – Supreme Blue Dream

Mais uma banda dream pop, mais uma que usa e abusa de elementos que já estão cansando... Mesmo assim, Samira Winter soltou duas canções boas: "Waiting for the Summer" e "Expectations/Exigências". De resto, o disco é muito sem sal.

Nota: 1/5


Manyfingers – The Spectacular Nowhere

Não imaginava que me surpreenderia com The Spectacular Nowhere, nome do disco lançado por Chris Cole como Manyfingers. As composições, quase todas instrumentais, são de uma delicadeza absurda e de uma serenidade comovente. As poucas canções com letras dão conta do recado, mas o grosso e ótimo trabalho estão nas faixas em que os instrumentos trabalham em harmonia sem nenhuma palavra dita.

Nota: 4/5