No YouTube

sexta-feira, 27 de março de 2015

Vá ao Lollapalooza Brasil pela música


Amanhã começa a quarta edição do Lollapalooza Brasil, festival que, aos poucos, está virando parte do calendário de São Paulo neste início de ano. Um evento deste tamanho sempre chama atenção das pessoas por englobar inúmeras coisas, distrações e entretenimento. E ainda tem música.

Há um aumento considerável das pessoas que vão a festivais buscando qualquer coisa, menos a música. Não é problema meu, mas confesso que me incomoda um pouco. Talvez por gostar muito de música e já ter visto tanta coisa bacana, ver o pessoal unicamente ir apenas para passar o tempo é um tanto triste.

É uma visão purista da coisa, claro. Gostaria muito que um festival de música fosse uma espécie de celebração ao ar livre – com lama e tudo, diga-se. Pessoas conversando no caminho entre os palcos, fazendo novas amizades, se programando para ver aquela atração que ouviu na internet e gostou e, claro, indo para ver os principais nomes do line-up.

Mas os tempos são outros, isso é inegável. Para quem gosta realmente de música, penso que uma parcela mínima que vai ao Autódromo de Interlagos, deve ser um tormento dividir espaço com quem quer apenas zoar, beber e participar de algum tipo de pegação. E, pelo que vejo, é esse tipo de gente que está deixando de ir aos festivais por não aguentar mais certas coisas.

Se você leu esse pequeno texto e pretender ir ao Lollapalooza Brasil, tente ir pela música. Procure saber quem toca, escute algumas atrações antes, tente pesquisar. Mas o mais importante: tente ir pela música. Imagino que seja dureza você querer assistir determinada atração enquanto seus amigos querem ir ficar em uma fila imensa para ir na roda-gigante, mas faça esse esforço. Vale a pena.

Veja também:
Festivais: Lollapalooza Brasil 2015 - divisão de horários

Siga o blog no Twitter, Facebook, Instagram, no G+, no no Tumblr e no YouTube

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!