No YouTube

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Meus discos de 2014, por Rafael Monteiro




2014 foi ou não um ano bom para a música? Em questão de clássicos, poucos álbuns aparentam ter nascido para marcar época. A quantidade de bons e ótimos discos, no entanto, parece ter sido maior nos últimos meses. Será que o volume de produção não compensa a ausência de uma banda que una todas as tribos? Ainda não tenho a resposta.

Muita gente está compondo e gravando por aí. Acredito que seja impossível avaliar tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, com tanta informação disponível. Artistas e obras envelhecem mal, de vez em quando.  Convenhamos, quando se fala da “cena”, ninguém tem certeza de nada.

Por isso, não tive a menor vergonha de montar a minha lista seguindo mais o coração. Alguns discos mereciam posições melhores, contudo o clubismo abafou boa parte dos argumentos. Abaixo, estão os discos que eu mais gostei no ano. Espero que o leitor se revolte com civilidade.

Sharon Van Etten – Are We There


Robert Ellis – The Lights from The Chemical Plant


Sun Kil Moon – Benji


D’Angelo – Black Messiah


Wild Beasts – Present Tense


Todd Terje – It’s Album Time


Run The Jewels – Run The Jewels 2


Leonard Cohen – Popular Problems


Beyoncé-  BEYONCÉ


Angel Olsen – Burn Your Fire For No Witness


FKA Twigs – LP1


As justificativas e a lista completa vocês encontram aqui.


Siga o blog no Twitter, Facebook, Instagram, no G+, no no Tumblr e no YouTube

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!