sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Jeff Lynne faz graves acusações: "Todos os hipsters com barba me copiaram!"


Jeff Lynne é um dos caras mais legais da música – ou pelo menos aparenta ser. Dentre os membros do Traveling Wilburys, era, de longe, o mais discreto. Bem, é difícil aparecer quando os holofotes estão em George Harrison, Bob Dylan, Tom Petty e Roy Orbison, mas, como membro fundador, foi importantíssimo na escolha que quem entraria ou não no grupo.

Além disso, ele produziu discos de Beatles, Paul McCartney, Ringo Starr, Brian Wilson, Randy Newman e muitos outros, o colocando em um panteão de ser um dos melhores produtores do mundo. Não é pouca coisa.

Hoje, ele está concentrado na Electric Light Orchestra, banda em que é o cantor. E em uma boa entrevista ao site do jornal inglês The Guardian, ele falou sobre o reconhecimento de seu trabalho. “É muito bom ser ‘cool’. Eu nunca, nunca fui ‘cool’, então, agora que as pessoas acham que sou, é absolutamente maravilhoso. É bom obter reconhecimento dos críticos de música e pessoas assim. É uma coisa totalmente inesperada estar no lado legal”.

O melhor momento da entrevista foi quando a repórter perguntou se os hipsters estavam copiando seu visual com óculos escuros e barba. “Eles estão me copiando! Eu me livrei deles algumas vezes e não gostei. Sem a barba eu pareço... Eu sem barba. Seria um choque [cortar a barba]. Eu gosto dessas grandes barbas hipsters, são cômicas, mas não iria querer uma assim porque não conseguiria chegar perto do microfone. Gosto de pequena e aparada”, finalizou.

Clique aqui para ler a entrevista na íntegra.




Siga o blog no Twitter, Facebook, Instagram, no G+ e no YouTube

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!