No YouTube

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Premiações: VMA 2014 – como foi (ou o dia que Lorde ganhou o prêmio na categoria rock)


Nada mudou com relação ao último ano no VMA, premiação dada anualmente pela MTV para exaltar a si mesma, seu público, gravadoras e artistas que optam por polêmicas e músicas horríveis. Ao longo dos últimos anos, a premiação ficou tediosa e sem graça, ao ponto de a cada bloco ter um intervalo. Isso me fez desistir depois de uma hora e meia ao ver que ainda teria mais duas horas pela frente.

Nenhuma apresentação de salvou do ridículo e do grotesco. A coisa é bem feia quando Jessie J parece Rita Pavone no meio de Ariana Grande e Nicki Minaj. Ninguém no atual mundo pop chama atenção pela música – é mais fácil fazer listas no Buzzfeed sobre ser determinado cantor ou vê-lo no TMZ em uma pose indiscreta.

O momento mais ridículo da noite foi ver que a premiação dedicada ao rock, definitivamente, foi para o segundo escalão. Se no último ano houve algo mais caprichado na vitória do Foo Fighters, 2014 nem isso teve. E sabe quem ganhou? Lorde.

Isso mesmo, a cantora neozelandesa do hit “Royals” levou na categoria dedicada ao rock. Isso significa que: 1) o rock virou coisa de velho; 2) ninguém na MTV se importa com o rock há anos; 3) o Foo Fighters não lançou disco novo a tempo de ganhar a premiação; 4) já que a cantora não levou nenhum dos prêmios principais, soou como consolação. Depois dessa presepada, achei melhor ir dormir porque foi complicado ver o resultado da votação popular.

Lendo alguns sites pela manhã, a repercussão da premiação em si é praticamente zero. Fora a habitual lista de vencedores, a maioria fala da Miley Cyrus (que teve uma boa atitude nesse ano ao abrir espaço para uma ONG que ajuda desabrigados, vamos combinar), da apresentação da Beyoncé, da suposta gravidez de Demi Lovato e de como foi a cerimônia nas redes sociais.

O VMA precisa fazer alguma coisa para se renovar. Olhar com atenção o Oscar, por exemplo, seria uma boa. A apresentação foi sem graça e cheia de pausas, quebrando todo ritmo e ficando muito cansativa. Sobre a premiação em si, não há nada para falar. Ela apenas reflete o fraco momento musical que estamos vivendo no pop norte-americano há anos. E pelo que podemos ver na lista de revelações, não vai acabar tão cedo.

Confira os vencedores:

Vídeo do Ano
Miley Cyrus - "Wrecking Ball"

Melhor Vídeo de Hip-Hop
Drake ft. Majid Jordan - "Hold On (We’re Going Home)"

Melhor Vídeo Masculino
Ed Sheeran ft. Pharrell Williams - "Sing"

Melhor Vídeo Feminino
Katy Perry ft. Juicy J - "Dark Horse"

Melhor Vídeo de Pop
Ariana Grande ft. Iggy Azalea - "Problem"

Melhor Vídeo de Rock
Lorde – "Royals"

Artista Revelação
Fifth Harmony - "Miss Movin’ On"

Melhor Colaboração
Beyoncé ft. Jay Z - "Drunk In Love"

Melhor Vídeo de Música Eletrônica
Zedd ft. Hayley Williams - "Stay the Night"

Melhor Vídeo com Mensagem Social
Beyoncé - "Pretty Hurts"

Melhor Fotografia
Beyoncé - "Pretty Hurts"

Melhor Edição
Eminem - "Rap God"

Melhor Coreografia
Sia - "Chandelier"

Melhor Direção
DJ Snake & Lil Jon - "Turn Down For What"

Melhor Direção de Arte
Arcade Fire - "Reflektor"

Melhores efeitos visuais
OK Go - "The Writing’s On The Wall"

Melhor lyric video
5 Seconds of Summer - "Don’t Stop"

Veja também:
Premiações: VMA 2014 - indicados
Premiações: NME Awards 2014 - como foi
Premiações: Brit Awards 2014
Premiações: VMA 2014 - indicados
Video Music Rap and Pop Awards 2013
Premiações: VMA 2013 - indicados




Siga o blog no Twitter, Facebook, Instagram e no G+